Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Polícia Civil acredita que incêndio com uma vítima foi criminoso

27 de fevereiro de 2018 às 21:29

Foto: Vinícius Batista

 

O complexo comercial Italiano foi atingido pelo fogo, que teria começado em uma casa ao lado
O corpo foi encontrado por peritos do setor de investigação da Polícia Civil e encaminhado ao IML, onde deverá ser identificado
Os moradores de Irati amanheceram nesta segunda-feira (26) intrigados com o incêndio de grande proporção que atingiu o complexo comercial Italiano, local bastante tradicional e frequentado da cidade. Da estrutura foi atingido drasticamente pelo fogo o Centro de Eventos, onde ocorriam festas variadas, como de casamentos, aniversários, além de formaturas e shows. Em uma casa ao lado, onde o fogo teria iniciado, foi encontrado o corpo de uma pessoa, ainda sem identificação.

O delegado da Polícia Civil de Irati, Paulo Eugênio Ribeiro, não descarta a possibilidade do incêndio ter sido criminoso. A perícia deve ser concluída em aproximadamente 10 dias. “A hipótese levantada pelos investigadores é de que houve crime. Queremos saber se queriam matar a pessoa carbonizada ou não”, explica.

O cadáver foi encontrado por peritos do setor de investigação da Polícia Civil, completamente carbonizado, não sendo possível identificação, que deve ser realizada pelo Instituto Médico Legal de Ponta Grossa. “O que agravou a situação do incêndio foi a localização desse corpo. Até agora ninguém registrou o desaparecimento de nenhuma pessoa e pedimos que se alguém tem informação que nos ajude”, ressalta o delegado.

Ribeiro destaca que estão levantando quem é o proprietário do imóvel onde estava a pessoa, mas que as informações obtidas são de que moradores de rua estavam habitando o local. “Queremos perguntar ao dono da estrutura em que condições no local estava essa pessoa que morreu”, comenta. O delegado ainda explica que nenhum material ou indicio foi encontrado do que provocou o incêndio.

COMBATE AO FOGO

O acionamento do Corpo de Bombeiros aconteceu por volta da 4h30. Segundo o comandante da corporação, capitão Jorge Augusto Ramos, foi preciso acionar bombeiros que estavam em casa e até os que estão em férias para conseguir combater o fogo. “Somos em 26 profissionais para atender Irati e todos estavam trabalhando no incêndio ou buscando água, fazendo a logística e, também, no quartel”, relata.

O capitão conta que foram necessários aproximadamente 200 mil litros de água para conter o fogo. Foram utilizados quatro caminhões do Corpo de Bombeiros, além de um da Caminhos do Paraná e um da Prefeitura. Dos 9 mil metros de área construída do complexo comercial, entre 3 e 4 foram consumidos pelas chamas. As informações são de que a empresa possui seguro. “Foi difícil de combater o incêndio, muito calor e a área atingida era grande. Conseguimos confinar o fogo na área já atingida, que era o Centro de Eventos”, explica.

Devido o trabalho de contenção do fogo realizado pelo Corpo de Bombeiros, os comércios em anexo, como o Shiva, Empório São Luiz e o cinema foram atingidos, mas em proporção pequena. A lanchonete não foi danificada. “No local haviam elementos de prevenção, o que foi fundamental no início do nosso trabalho. Sabemos que é um trauma para a cidade, mas torcemos que em breve a empresa volte à ativa”, ressalta o capitão Jorge Augusto.

NOTA DO GRUPO ITALIANO

O Grupo Italiano agradece de coração toda colaboração e sensibilização de nossa comunidade, a todos os nossos colaboradores, amigos, clientes e familiares que estiveram de prontidão e se solidarizaram com a situação.

Gostaríamos de agradecer em especial a equipe do Corpo de Bombeiros, Policiais e seus colaboradores pelo excelente trabalho com esmero realizado.
Texto: Jornal Folha de Irati/Kelly Ramos