Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Secretários e amigos de prefeito caem em golpe de celular clonado e depositam R$ 25 mil para bandidos

24 de março de 2018 às 09:31
Criminosos mandaram mensagens aos contatos do aparelho pedindo por empréstimo

Secretários e amigos do prefeito Leonaldo Paranhos, de Cascavel, no Oeste do Paraná, foram vítimas do golpe do celular clonado nesta quinta-feira (22). O colunista Luiz Nardelli esteve na prefeitura e conversou com as diversas vítimas do golpe.

Golpistas clonaram o celular de Paranhos e enviaram mensagens aos contatos dele, solicitando depósitos em uma conta bancária. Os bandidos chamavam a pessoa para conversar e perguntavam se a vítima utilizava conta do Banco do Brasil.

Dependendo da resposta, o criminoso dizia que estava sem limite suficiente na conta e precisava realizar uma transferência no valor de R$ 3 mil. Em seguida, enviava o número de uma conta em nome de “Fábio Moreira da Silva”.

O secretário de Agricultura, Agassiz Linhares Neto, contou que caiu no golpe e depositou o valor de R$ 10 mil. O diretor da Fundação Municipal de Esportes e Cultura (FMEC), Léo Mion, foi o maior prejudicado, passando para os criminosos R$15 mil.

“Infelizmente isso tem sido uma coisa bem corriqueira no país. Aconteceu recentemente com a vice-governadora do estado Cida Borghetti, vejo muitos casos na internet. Os criminosos encontram cada vez mais formas de aplicar golpes. Não sabemos como aconteceu com o prefeito. Divulgamos uma nota avisando a imprensa e a sociedade de que o telefone foi clonado, fizemos registro na Polícia Civil e avisamos a operadora Tim. A Polícia deve investigar onde e como isso foi feito”, relatou o secretário de Comunicação Ivan Zuchi.

O assessor de Gabinete da Prefeitura de Cascavel, Diego Gomes, informou que a polícia foi avisada, e a operadora responsável pelo celular do prefeito Paranhos foi informada para desabilitar o chip.