Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Ipem/PR divulga balanço da Operação Páscoa 2018

30 de março de 2018 às 10:18

Durante a Operação Páscoa, realizada pelo Instituto de Pesos e Medidas do Paraná em 150 pontos de venda e fabricantes, os agentes verificaram 2.687 unidades de produtos em exames de laboratórios e 1.100 avaliações preliminares. Foram lavrados 28 autos de infração por falta quantitativa e por irregularidades formais na embalagem dos produtos. A Operação teve início em seis de dezembro, sendo finalizada com o balanço no dia 28 de março.

Segundo o presidente do Ipem/PR Oliveira Filho, neste ano a operação iniciou em dezembro, com a visita de agentes do Instituto diretamente nos fabricantes, antes mesmo de disponibilizarem os produtos aos consumidores paranaenses. Para Oliveira, “o objetivo da Operação foi garantir produtos comercializados dentro dos padrões das normas estabelecidas pelo Inmetro, e manter o equilíbrio nas relações comerciais”, disse o presidente do Ipem/PR.

O gerente de Pré-Medidos do Ipem/PR, Sérgio Camargo, falou sobre os produtos que foram reprovados: “os chocolates tiveram diferenças fora dos padrões legais, mas os pescados chegaram à diferença média de até 120 g, em produto com 800 g”. A Operação Páscoa foi realizada em todo Estado, através da sede do Ipem/PR em Curitiba, e das Regionais de Londrina, Maringá, Cascavel e Guarapuava.

Relação de produtos reprovados: Bacalhau Zarbo, comercializado pelo Condor Super Center; Bombons Sortidos de Chocolate Recheado – Polonês, comercializado por Goplana; Filé de Tilápia (congelado), da marca Smart Fish; Camarão (congelado), da marca Costa Sul; Peixe Manjuba (salgado), da Vendramini e Filhos; Chocolate (bco c/ cereais e uva passa), da Talento; Ovo de Páscoa (com castanha do Pará), da Talento; Bombom cob c/ choc ao leite recheado     Ferrero Rocher; Chocolate (ao leite c/ cereal crocante) Tortuguita; Filé de Peixe congelado (s/ pele – Merluza), da Horizonte Sul; File de Peixe Tilapia Congelado, da Smartfish; Filé de Peixe Tilapia Congelado, da Luzitania; Camarão Sete Barbas  Descascado Congelado, da Luzitania; Camarão Sete Barbas  Descascado Congelado, da Quatro Mares; Camarão Vannamei sem Cabeça Congelado, da Costa Sul; Filé de Peixe Abrotea Congelado, da Quatro Mares; Filé de Peixe Tilapia Congelado, da Komdelli; Chocolate ao Leite com Recheio sabor Torta de Maracuja, da Talento; Chocolate ao Leite com Recheio de Creme e Biscoito sabor Chocolate, da Talento; Camarão  Descascado Congelado, da Great Value; Chocolate ao Leite com Recheio de Morango, da Garoto; Bacalhau, comercializado pelo Superm. do João; Bacalhau, do Superm. Pacheco; Peixe Bacalhau, do Superm. no Ponto.

Fiscalização – Durante a ação de fiscalização, os fiscais pesaram ovos e chocolates de diferentes marcas, e pescados congelados. Além disso, observaram descrições de embalagem, indicação de faixa etária para ovos com brindes, orientações de uso, e a impressão do selo do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) para os brinquedos.

Consumidor – O consumidor deve se orientar pela indicação do peso líquido do chocolate, que deve constar obrigatoriamente na embalagem. A embalagem não faz parte do peso final do produto. As dicas para compra estão publicadas no site do Ipem/PR – www.ipem.pr.gov.br.

As empresas autuadas pelo IPEM/PR têm dez dias para apresentar defesa ao órgão estatal. De acordo com a lei federal 9.933/99, as multas podem chegar a R$ 1,5 milhão.