Deputado Evandro Roman busca a instalação do Colégio da PM em Irati

10 de abril de 2018 às 18:13

Está sendo viabilizada para Irati a instalação de uma unidade do Colégio da Polícia Militar do Paraná (CPM-PR), destinado a estudantes do Ensino Fundamental e Ensino Médio. A instituição é referência em qualidade em todo o Estado. A iniciativa de trazer a instituição ao município é do deputado federal Evandro Rogério Roman (PSD), que trabalha junto ao Ministério da Educação (MEC) para a liberar R$ 5 milhões para a estrutura física.

Na última semana, um ofício foi entregue pelo deputado Roman e pelo prefeito, Jorge Derbli, ao então comandante-geral da Polícia Militar, coronel Mauricio Tortato, à atual comandante da corporação, coronel Audilene Rosa de Paula Dias Rocha e ao responsável pela Diretoria de Ensino e Pesquisa da Polícia Militar, coronel Mauro Celso Monteiro. A reunião também foi acompanhada pelo presidente da Câmara de Vereadores, Hélio de Mello e pelo vereador soldado Elias, além do secretário municipal de Planejamento, João Almeida Junior.

No documento está o pedido de estudo de viabilidade técnica para a instalação do CPM e a sugestão de duas áreas para abrigar a estrutura. Uma é um terreno localizado em frente ao Colégio Florestal Presidente Costa e Silva e a outra é um prédio localizado próximo a Unicentro. Além disso, no ofício consta a garantia do recurso junto ao MEC para aplicar na área escolhida.

De acordo com Roman, foi dado o primeiro passo para a instalação do colégio em Irati. “Nos próximos dias, representantes da PM irão ao município para começarem as visitas técnicas. Acredito nesse projeto e em Brasília fiz todas as tratativas junto ao MEC para viabilizar o recurso de R$ 5 milhões para o espaço físico, o que é fundamental para que o Governo do Paraná autorize esse projeto. Estamos trabalhando muito para chegarmos a essa grande conquista”, afirma o deputado.

O prefeito de Irati destaca que o CPM é uma instituição de referência de ensino que tem o objetivo de oferecer uma formação de qualidade ao aluno que passa por ela. Ele fala que o colégio tem o caminho certo para formar seus estudantes, aliando a teoria e a prática, educando para a vida com disciplina, responsabilidade, enfocando nos direitos e deveres do cidadão. “No que depender do município, faremos de tudo que estiver ao nosso alcance para que esse sonho se concretize em nossa cidade. Será um feito para toda a nossa região. Agradeço o empenho do deputado Roman, que não está medindo esforços para tornar isso realidade”, completa Derbli.

ESTUDO TÉCNICO

O responsável pela Diretoria de Ensino e Pesquisa da Polícia Militar, coronel Mauro Celso Monteiro, explica que em aproximadamente 15 dias estará com a sua equipe em Irati para visitar as áreas disponíveis para a instalação do CPM. Ele informa que a instituição é administrada por oficiais da Polícia Militar, tendo na sua direção um major. “Os professores e material didático são da Secretaria de Estado da Educação, mas a coordenação é feita por policiais”, enfatiza.

O coronel expõe que os bons resultados do CPM de Curitiba, que tem 58 anos, é devido o esforço dos professores e policiais militares que lá atuam. “É trabalhado para que os alunos se dediquem aos estudos, esportes e atividades culturais. Os valores humanos, ética, moral, respeito e civismo são enfocados. No nosso colégio, por exemplo, não há paredes ou carteiras riscadas”, acrescenta Monteiro.

Além da aprovação da Polícia Militar, a instalação do colégio também depende da concordância do Governo do Estado, que deverá disponibilizar os profissionais da educação e maior efetivo da corporação de segurança, que vai precisar de pelo menos mais 25 policiais. Hoje, além da capital, somente Londrina conta com uma unidade do CPM.

DESTAQUE

A posição do CPM no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) foi destaque em 2017. A média alcançada foi 6,8, enquanto média estadual é de 4,6 pontos. As notas obtidas pelos alunos da unidade fazem do colégio um dos melhores do Paraná.

Parte das vagas do CPM tem destinação a filhos de militares estaduais da ativa e reserva. Mas, também são disponíveis à população civil. Para estudar na instituição todos os alunos precisam participar de um processo seletivo com prova de conhecimentos gerais e redação.

Kelly Ramos

 

Prudentópolis
18º
Tempo nublado
Ponta Grossa
17º
Tempo nublado
Guarapuava
17º
Tempo nublado
Curitiba
20º
Tempo nublado
Londrina
24º
Tempo limpo
União da Vitória
18º
Tempo nublado
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  e o Plano Sindi-Saúde comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat e o Plano Sindi-Saúde   comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento do senhor
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento do senhor João Senkiu Sobrinho aos 59 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária São João e o Plano Uni-Paz comunica o falecimento
  • Universidades estaduais ofertam 690 vagas em licenciaturas para professores da educação básica
  • UEL abre 39 vagas de estágio remunerado para estudantes de graduação
  • UEPG retomou nesta quarta-feira aulas para veteranos da graduação
  • Motorista morre em acidente entre dois carros e caminhão na BR 277, em Guarapuava
  • Proprietários de armas de fogo têm 60 dias para fazer cadastro
  • Agência do Trabalhador: fevereiro começa com vagas em mais de 20 áreas, em Prudentópolis