Peão fica pendurado, consegue montar de novo, mas morre pisoteado por touro

14 de maio de 2018 às 10:14

Foto: Alberto Gonzaga

O peão Giliard Antônio da Silva, de 24 anos, morreu na noite de domingo (13), após sofrer vários pisões de um touro na Expoingá.

Ele participava de uma prova de montaria em touros, quando ficou pendurado apenas pela mão no touro Cineasta, de uma tonelada. Ele retornou para o animal, mas caiu novamente e foi pisoteado na cabeça.

As equipes de socorro que organizavam a tourada tentaram reanimar Giliard por cerca de quarenta minutos, mas ele não resistiu e morreu.

De acordo com informações, o peão sofreu uma fratura cervical, além de uma parada cardiorrespiratória. Mesmo com a morte, a Professional Bull Riders (PBR) decidiu continuar com a prova.

O competidor deixou a esposa e a filha de apenas um ano. No domingo de dias das mães ele prestou uma homenagem para os familiares e disse que se preparava para uma competição nos Estados Unidos.  A patrocinadora do peão lamentou a morte de Giliard, por meio de nota.

Fonte: Banda B

Prudentópolis
27º
Tempo limpo
Ponta Grossa
20º
Parcialmente nublado
Guarapuava
24º
Tempo limpo
Curitiba
22º
Parcialmente nublado
Londrina
25º
Parcialmente nublado
União da Vitória
26º
Tempo limpo
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  e o Plano Sindi-Saúde comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat e o Plano Sindi-Saúde   comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento do senhor
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento do senhor João Senkiu Sobrinho aos 59 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária São João e o Plano Uni-Paz comunica o falecimento
  • Cooperativa Sicredi Centro Sul PR/SC/RJ impulsiona o Programa Empreenda Sicredi – Conta com a Gente nas suas agências.
  • Censo IBGE foi prorrogado até o dia 24 de fevereiro
  • Preso homem que destruiu relógio histórico no Palácio do Planalto
  • Saiba o que o INSS pode considerar como prova de vida
  • Consumidor poderá utilizar o PIX para pagar conta de luz
  • Lula defende diálogo entre países na VII Cúpula da Celac