Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Polícia militar mata quatro assaltantes em Candói

5 de junho de 2018 às 10:14
Os quatro eram suspeitos dos dois últimos latrocínios ocorridos
entre Candói e Cantagalo.

Reprodução Internet

Na data de ontem (04), no inicio da tarde, por volta das 13 horas a Polícia Militar de Candói recebeu denúncia anônima de que teriam dois fugitivos escondidos em determinado lugar do interior do município, e ao chegar no possível paradeiro a equipe deparou-se com quatro homens que segundo as informações seriam os autores dos dois últimos latrocínios entre Cantagalo e Candói, sendo assim foi solicitado apoio ao destacamento de Candói e Foz do Jordão, e também ao Pelotão de Choque do 16º BPM, para que fosse efetuado o cerco aos criminosos. Ao chegar todas as equipes a polícia adentrou ao local sendo recebida à tiros pelos quatro suspeitos tendo que revidar para manter a integridade da equipe, todos os bandidos foram atingidos, sendo assim após contida a ameaça foi acionado o socorro, mas as equipe confirmaram que os assaltantes morreram durante confronto com a Polícia Militar, na localidade de Três Palmeiras, interior de Candói. Três dos quatro foram identificados: Adilson José Rodrigues, conhecido como Marmita, 34 anos; João Paulo Silva Cadordo, 24 anos, e Silvenei da Luz, 20 anos. Os dois primeiros eram foragidos da prisão. O quarto corpo ainda não foi identificado.

As armas que foram usadas acabaram apreendidas pela criminalística, sendo uma pistola marca Taurus modelo PT92 ASF, calibre 9mm, municiada com sete cartuchos intactos, possivelmente fruto do latrocínio ocorrido no Candói; um revólver marca S&W calibre 38, municiado com cinco munições intactas e uma deflagrada; um revólver marca USA, municiado com quatro munições intactas e duas deflagradas; um revólver marca Colt calibre 32, municiado com três munições intactas e três deflagradas, sendo ainda localizado na residência um revólver marca Rossi calibre 22, municiado com seis munições intactas e uma carabina de pressão marca CBC calibre 5.5mm.

Os corpos foram recolhidos pelo Instituto Médico Legal (IML) de Guarapuava.