Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Vereador de Imbituva é preso por venda ilegal de produtos

16 de junho de 2018 às 09:25
De acordo com a Polícia Civil, denúncias anônimas levaram os investigadores até o minimercado que Almir mantém no distrito de Faxinal dos Galvão, na área rural da cidade.

/O vereador de Imbituva, Almir Beraldo Menon (PSDB), se entregou à Polícia Civil na tarde desta quinta-feira (14) – ele é suspeito de vender ilegalmente uma série de produtos em um minimercado que tem no município. Nesta sexta-feira (15), Almir foi submetido a uma audiência de custódia e teve a prisão preventiva mantida – ele foi encaminhado à 13ª Subdivisão Policial de Ponta Grossa (13ª SDP) e depois ao presídio Hildebrando de Souza.

De acordo com a Polícia Civil, denúncias anônimas levaram os investigadores até o minimercado que Almir mantém no distrito de Faxinal dos Galvão, na área rural da cidade. No local, segundo as autoridades, Almir vendia combustíveis (diesel) ilegalmente, além de cigarros contrabandeados, fogos de artifício, botijões de gás e munições – cerca de 1.000 litros de diesel foram encontrados no local de forma irregular.

Ainda segundo a Polícia Civil, Menon poderá responder pela venda ilegal de munições, com pena variando de quatro a oito anos de reclusão, comércio irregular de produtos vencidos, além da venda de gás e derivados de petróleo sem autorização e da comercialização de artefatos incendiáveis (fogos de artificio) sem a devida licença legal. O vereador não tinha passagens criminais.

A reportagem procurou a presidente da Câmara de Vereadores de Imbituva, Enilce Estela Schoefel Simão, mas não conseguiu falar com a parlamentar. Informações extraoficiais dão conta de que Menon teria cumprido expediente normalmente na Câmara até a última sexta-feira (8) e, desde que a Justiça decretou a prisão preventiva, o parlamentar não compareceu mais ao trabalho.

Também tentamos contato com a defesa do parlamentar, representada pelo advogado Fabrício Thomé, mas não fomos atendidos até às 16h10.