Ex-provedor da Santa Casa de Prudentópolis Dorival Penteado recebe homenagem póstuma

25 de junho de 2018 às 21:44

Projeto de Lei proposto pela Vereadora Soraia Valéria Bubniak, aprovado na Câmara Municipal de Prudentópolis, em sessão legislativa, prestou homenagem póstuma ao Provedor da Irmandade Santa Casa de Misericórdia Dorival Penteado de Carvalho, falecido em agosto do ano de 2000.

Na fase inicial de sua vida foi agricultor, comerciante, fabricante de tijolos e telhas, de vinhos, caminhoneiro, empresário e contador. Em 16/08/1936 passou a compor a irmandade mantenedora da Santa Casa, onde dedicava boa parte de seu tempo em pról da instituição, a qual era mantida por colaboração da irmandade e lucro de uma farmácia que vendia medicamentos, instalada no próprio hospital.

Inicialmente, foi sediada nas instalações das Irmãs Vicentinas, onde posteriormente funcionou a Escola Santa Sofia, onde as irmãs também atuavam como enfermeiras. Em meados de 1950 a Irmandade adquiriu com recursos próprios um terreno, onde está a sua sede atual, onde havia um casarão, adaptado para sediar o hospital. Como entidade beneficente atendia as pessoas carentes gratuitamente, mantendo-se com os pagamentos efetuados em atendimento a pessoas de melhor posse, figurando como única entidade da época a fazer esse trabalho.

Também os médicos da época faziam sua contribuição com atendimento gratuito aos carentes, através de uma espécie de “cartão do Dorival”, que encaminhava os pacientes, após analisar a situação financeira da pessoa e aprovar e encaminhar esse atendimento. Destacou-se nesta época o médico Geraldo Ribeiro de Carvalho, o qual nomina a unidade de saúde da Rua São Josafat.

Com o início dos governos militares, as santas casas começaram a ser remuneradas pelo atendimento de filantropia, o que deu um grande impulso às mesmas, possibilitando melhor estruturação e organização. Foi então que sob a provedoria de Luiz Pinto de Carvalho e Dorival como tesoureiro, foi edificada a primeira etapa do prédio, existente até hoje. Mais tarde, já com Dorival assumindo a função de provedor, foi construída a parte da frente do prédio, por onde é o acesso principal, com dois andares.

Tudo aconteceu com austeridade e admistração segura, que gerenciou os próprios recursos da entidade para concluir a obra. A partir de 1988 com a nova constituição, houve a introdução das políticas sociais e de atendimento abrangente na saúde, cujos recursos repassados desde então geralmente ficam abaixo dos custos de manutenção e serviços, fazendo com que muitas santas casas fechassem suas portas pelo país afora.

No entanto, com a determinação e economicidade de Dorival Penteado de Carvalho, a Santa Casa local sempre prestou atendimento constante e mesmo com dificuldades, manteve-se estruturada e com serviços prestados dentro de suas possibilidades. Inclusive, até o fim de seus dias, com saúde debilitada, continuava a fazer seu trabalho, deixando a instituição com finanças em dia e credibilidade perante a comunidade.

Na votação em segundo e último turno do projeto, se fizeram presentes na sessão legislativa sua esposa Norma Sanches Penteado de Carvalho e seus filhos Edison com sua esposa Lourdes e Adalberto Penteado de Carvalho, com sua esposa Raquel, e seu neto Alberto Juscelino, além de funcionários da Santa Casa da época em que o mesmo foi provedor.

A Vereadora Soraia Bubniak, ao falar sobre a matéria, destacou o grande trabalho que o mesmo desenvolveu frente à instituição ao longo de sua vida, fazendo com que a mesma se mantivesse sólida frente a inúmeras dificuldades financeiras do setor hospitalar, ao longo dos anos. Observou que chegou a Prudentópolis recém-formada na pediatria, e iniciou seus trabalhos na Santa Casa, com aval de Dorival o qual confiou em sua pessoa. Ao longo desse tempo, começou a propôr um atendimento mais amplo na área neo-natal o que demandava de equipamentos mais modernos e sofisticados, para a sala de parto, como berços, aspiradores, aquecimento, enfim, equipamentos que davam suporte de vida aos recém-natos.

“Eu me sentava com o sr. Dorival e mostrava os folhetos dos melhores equipamentos do mercado, mas também com opções de outros mais simples e dizia da necessidade dos mesmos para atendimento aos recém-nascidos. Ele não falava nada, mas para minha surpresa, quando via os equipamentos de alto padrão estavam na sala.

Eu nunca pude agradecer pessoalmente o Sr. Dorival pelo apoio que prestou a minha atividade na Santa Casa e, agora, como vereadora, posso prestar uma homenagem póstuma, dando seu nome a uma via pública de nossa cidade”, comentou a Vereadora Soraia.

 

Prudentópolis
28º
Tempo nublado
Ponta Grossa
24º
Tempo nublado
Guarapuava
26º
Tempo nublado
Curitiba
25º
Tempo limpo
Londrina
30º
Tempo limpo
União da Vitória
26º
Tempo nublado
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat comunica o falecimento do senhor Elias Saplak aos 91 anos.
  • Convite para missa de 7° dia de falecimento
  • É com pesar que a Funerária Anjo Gabriel e o PAF, comunicam o falecimento da Sra. Ana Ditkun.
  • É com pesar que a Funerária São Josafat e o Plano Sindi – Saúde, comunicam o falecimento da Sra. Alayde Lichi Americano.
  • É com pesar que a Funerária São João comunica o falecimento da Sra. Maria Jak Stempniak.
  • Prefeito de Ivaí Orli de Cristo lamenta a morte do Sr Guilherme Salvadori aos 106 anos de idade
  • O município de Prudentópolis alerta sobre ponto de descarte correto de lâmpadas
  • Estado e Ambev formatam novos cursos de empreendedorismo feminino e jovem
  • Estado publica Cartilha de Orientação do Patrimônio Cultural
  • Abertura das inscrições para o Concurso Público 2024 da cidade do Turvo
  • Com início das concessões, atendimento aos usuários tem novos 0800 nos lotes 1 e 2
  • Sanepar distribuiu mais de 280 mil copos de água durante o Verão Maior Paraná