Mulher é agredida pelo marido por ter ido na Igreja

25 de junho de 2018 às 10:22

Mais um caso de violência doméstica foi registrado pela Polícia Militar na cidade de União da Vitória. A situação ocorreu no bairro Monte Castelo, na noite desse domingo, dia 24 de junho, por volta das 23h25.

Conforme informações da PM, uma mulher foi agredida pelo seu marido, o qual com tapas e socos causou hematomas nas mãos da vítima. A mulher acionou a Polícia Militar e o homem temendo ser preso fugiu do local.

O detalhe é que as agressões ocorreram porque a mulher teria ido à Igreja. Quando ela retornou para casa encontrou o marido consumindo bebida alcoólica e muito revoltado com a esposa, chegando ao ponto de agredi-la. A PM fez buscas, mas não localizou o agressor.
Fonte: Canal 4.TV Web

Prudentópolis
19º
Tempo nublado
Ponta Grossa
19º
Tempo nublado
Guarapuava
18º
Chuvas esparsas
Curitiba
18º
Chuvas esparsas
Londrina
28º
Parcialmente nublado
União da Vitória
20º
Tempo nublado
  • NOTA DE FALECIMENTO: É com pesar que e a Funerária São João e o Plano Uni-Paz comunica o falecimento
  • NOTA DE FALECIMENTO: É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento de Celia Parhuts, ocorrido aos 46 anos de idade.
  • NOTA DE FALECIMENTO: É com pesar que a Funerária São João e o Plano Uni-Paz comunicam o falecimento
  • As Irmãs Servas de Maria Imaculada, comunicam o falecimento da IRMÃ JACINTA CECÍLIA GRESKIV, SMI
  • Apae de Prudentópolis lamenta a morte da ex-aluna Marlene Presasniuk
  • NOTAS DE FALECIMENTO: É com pesar que a Funerária São João e o Plano Uni Paz comunicam os falecimentos
  • 26º Natal Verdade começa na quarta (07), na Praça Firmo Mendes de Queiroz
  • Forças de salvamento fazem nova varredura na BR-376 e não encontram vítimas
  • Evento Terra das Cachoeiras segue até domingo (04) com comércio local e apresentações culturais
  • PRF apreende mais de 70kg de crack durante abordagem na BR 277, em Irati
  • Turismo religioso de Prudentópolis é pauta de encontro técnico em Foz do Iguaçu
  • Guamiranga e Rio Azul atingem nota máxima do TCE por transparência