Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Policial Civil mata o filho de 2 anos e se mata em seguida

6 de julho de 2018 às 21:43
Mulher teria cometido o ato depois que supostamente perdeu a guarda do filho.

Foto: Divulgação.

Uma policial civil e seu filho de 2 anos foram encontrados mortos dentro de casa na noite dessa sexta-feira (6) em Cambé. De acordo com informações preliminares, a mulher teria perdido a guarda do menino para o ex-marido e estava desaparecida desde quarta-feira (4). A suspeita é que ela tenha matado a criança e, em seguida, cometido suicídio.

 

Foto: Divulgação.

No interior da casa, foi encontrada uma carta que teria sido escrita pela policial, Dolores Mileide de Souza Simões, justificando seu ato. Lei a transcrição da carta:

A psicóloga Joana ‘monta’ um verdadeiro parque de diversões, meu filho diz que não quer o ‘pai’ dele. A psicóloga Joana pede que entre para acalmar meu filho. Eu entrei. Logo após o pai dele entrou e foi só brincadeiras e maravilhas. Meu filho em fevereiro de 2017 me relatou que foi abusado pelo pai e hoje 04/07/18 a visita assistida??? Justiça que dá oportunidade para pai estuprador. Meu filho não vai ser estuprado!!! Meu filho é um anjo! Justiça?? Para que? Mileide – Eu amo meu filho”. 

Fonte: Tarobá News