Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Famílias de Fernandes Pinheiro e Guamiranga poderão registrar imóveis em situação irregular

3 de agosto de 2018 às 12:06

Foto: COHAPAR

Projetos preveem o atendimento de 694 famílias das cidades, na região Centro-Sul do Paraná. O serviço custará R$ 1.600 financiado em 20 parcelas de R$ 80 a serem pagas apenas após o recebimento do título definitivo de propriedade.

Pessoas que residem em imóveis sem documentação em Fernandes Pinheiro e Guamiranga, cidades da região Centro-Sul do Paraná, poderão regularizar a situação com custos reduzidos e condições facilitadas de pagamento. As ordens de serviço para início dos trabalhos, que benficiarão 226 famílias de Fernandes Pinheiro e 468 de Guamiranga, foram assinadas nesta quinta-feira (2) por representantes da Cohapar e prefeituras.

Quem optar pelo serviço arcará com 20 prestações mensais de R$ 80 para obtenção do título de propriedade. Diferente do processo tradicional de regularização, o desembolso do valor pelas famílias começará a ser feito apenas após elas receberem as escrituras de suas casas, já com o nome do titular registrado em cartório.

Em ambas as localidades, o trabalho será executado pela ENG & GEO Georreferenciamento, empresa contratada pela Cohapar via processo licitatório pelo critério de menor preço, com prazo de 18 meses para conclusão do projeto. Entre as atribuições da empresa, estão o cadastramento do público a ser atendido, estudos cartográficos, elaboração de documentos técnicos e jurídicos e registro dos imóveis em cartório.

De acordo com o presidente da Cohapar, Nelson Cordeiro Justus, a legalização do imóvel representa múltiplos benefícios para as famílias. “Com a documentação regular, o imóvel se valoriza, e o proprietário pode fazer financiamentos para melhorar a sua casa, comercializar ou transmitir a propriedade para seus herdeiros”, explica.

Fonte: COHAPAR