Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Paraná Clube perde pro Ceará na Vila e vira lanterna do Brasileirão

5 de agosto de 2018 às 22:07

 

A lanterna do Campeonato Brasileiro está novamente nas mãos do Paraná Clube. Em mais uma jornada de pouca inspiração ofensiva, o Tricolor perdeu o confronto direto com o Ceará por 1×0, na tarde deste domingo (5), na Vila Capanema, permaneceu com 13 pontos, e agora ocupa a última posição, já que foi ultrapassado pelo Vozão, que chegou a 14 na classificação. Afundado na zona de rebaixamento, o time paranista vai tentar estancar a sequência de três derrotas diante do Botafogo, novamente em casa, no próximo domingo (12).

A diretoria pediu e a torcida atendeu à promoção e compareceu em bom número na Vila Capanema. Com o apoio das arquibancadas, o Paraná Clube, apesar de entrar em campo com seis mudanças com relação ao último jogo, tomou a iniciativa do jogo e buscou pressionar o Ceará. No primeiro minuto, Silvinho tabelou com Rodolfo, chutou forte e Everson defendeu.

O Tricolor seguiu em cima do Vozão e quase marcou aos quatro minutos. Torito González cobrou falta e  Everson quase aceitou. Porém, o time cearense, na primeira investida, conseguiu abrir o placar aos 14 minutos. Em boa troca de passes pela direita, Juninho Quixadá chutou de fora da área e acertou o canto de Richard.

O Paraná Clube sentiu um pouco o gol sofrido e perdeu um pouco da força ofensiva, especialmente porque o Ceará se fechou mais na defesa. O Vozão, então, mais organizado, quase ampliou aos 27. Juninho Quixadá ganhou fácil de Rayan, apareceu na cara do gol e mandou por cima da meta de Richard.

Apesar de estar cada vez mais nervoso e ansioso em campo, o Tricolor ainda conseguiu pressionar na reta final do primeiro tempo. A melhor chance foi de Nádson, que pegou o rebote da defesa, chutou forte da entrada da área e Everson fez grande defesa. Depois, foi a vez de Rodolfo, mas o chute de fora parou na defesa tranquila do goleiro do time cearense, que foi o destaque do primeiro tempo.

 

O Paraná Clube voltou mais ofensivo do intervalo com as entradas de Maicosuel e Alex Santana nas vagas de Nádson e Leandro Vilela. As mudanças quase deram resultado no primeiro minuto. Depois da cobrança de falta de Maicosuel, Rafael Grampola escorou e Rayan, livre na pequena área, mandou por cima.

Em vantagem, o Ceará apenas marcava para tentar explorar os contra-ataques. No entanto, o Vozão atraiu o Tricolor para o seu campo. Aos 13, Maicosuel, no seu melhor estilo, arrancou, costurou a defesa e, na cara do gol, mandou para fora. Para tentar corrigir e reequilibrar a partida, o técnico Lisca apostou nas entradas dos meias Felipe Azevedo e Calyson.

A tentativa do ex-treinador paranista deu certo. O Ceará conseguiu ficar um pouco mais com a bola e passou a chegar com mais qualidade na frente. O segundo gol quase saiu aos 23. No contra-ataque rápido pela direita, Cardona recebeu livre, mas errou o alvo. Na sequência, Felipe Azevedo cruzou, mas a cabeçada de Arthur saiu por pouco.

Para dar ainda mais poder de fogo ao time paranista, o técnico Rogério Micale colocou Carlos Eduardo na vaga de Silvinho. O meia, que não vive um bom momento, quase marcou aos 28. Depois do cruzamento de Júnior, Carlos Eduardo recebeu livre, bateu cruzado e Everson fez outra grande defesa.

O jogo ficou aberto nos minutos finais. O Ceará, com a marcação encaixada e mais organizado na construção das jogadas, quase ampliou aos 34. Depois do cruzamento, Arthur tentou de cabeça e Renê Santos salvou. Dois minutos mais tarde, Alex Santana achou uma brecha, arriscou de fora da área e quase marcou. O time paranista seguiu tentando até o final, mas esbarrou na boa postura defensiva do time cearense e amargou a terceira derrota seguida no Brasileirão.

FICHA TÉCNICA

BRASILEIRÃO
1º Turno – 17ª Rodada

Paraná Clube 0x1 Ceará

Paraná Clube
Richard; Júnior; Renê Santos, Rayan e Igor; Leandro Vilela (Alex Santana), Torito González e Nádson (Maicosuel); Silvinho (Carlos Eduardo), Rodolfo e Rafael Grampola.
Técnico: Rogério Micale

Ceará
Everson; Fabinho, Tiago Alves, Eduardo Brock e João Lucas; Edinho, Richardson, Jown Cardona (Reina) e Juninho Quixadá (Calyson); Arthur e Leandro Carvalho (Felipe Azevedo).
Técnico: Lisca

Local: Vila Capanema
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: João Luiz Coelho de Albuquerque (RJ) e Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha (RJ)
Gols: Juninho Quixadá, 14 do 1º
Cartões amarelos: Torito González, Alex Santana, Igor, Carlos Eduardo (PAR); Eduardo Brock, João Lucas (CEA)
Publico Pagante: 8.639
Publico Total: 9.565
Renda: R$ 162.275,00