Ex-deputado federal Cândido Vaccarezza vira réu na Lava Jato

22 de agosto de 2018 às 14:49

Foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados/Arquivo

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, aceitou, nesta quarta-feira (22), a denúncia contra o ex-deputado federal Cândido Vaccarezza e mais nove pessoas pelos crimes de formação de quadrilha, corrupção e lavagem de dinheiro.

Com a decisão, todos passam a responder como réus no processo. Confira a lista completa no final da reportagem.

Vaccarezza foi ex-líder do Partido dos Trabalhadores (PT) na Câmara e, atualmente, é candidato a deputado a federal pelo PTdoB.

O ex-deputado federal foi preso, em caráter provisório, na deflagração da 44ª fase da Operação Lava Jato, batizada como “Abate”. Porém, foi solto em 22 de agosto de 2017, após Moro fixar fiança de R$ 1,5 milhão, que ainda não foi paga.

As investigações tiveram início após depoimentos de delação do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa e miram um esquema de corrupção relativo ao fornecimento de asfalto pela empresa Sargeant Marine à Petrobras.

De acordo com a força-tarefa da Lava Jato, houve pagamento de propinas mediante transferências bancárias no exterior, com base em anotações de agendas e arquivos apreendidos em fases anteriores da operação.

Na decisão, Moro ressaltou que as vantagens indevidas totatizam US$ 2.107.085,54 “em troca da contratação da Sargeant Marine como fornecedora de asfalto à Petrobras, em detrimento da participação da empresa Asphaltos Trade”.

Vacarezza, conforme o juiz federal, recebeu US$ 518,5 mil como propina com o auxílio de Paulo Sérgio Vaz de Arruda. Parte desse valor foi apreendida na residência de Vaccarezza.

“Relativamente ao ex-deputado federal Cândido Elídio de Souza Vaccarezza, observo que há, em cognição sumária, três depoimentos que o incriminam, especificamente de Paulo Roberto Costa, Jorge Antônio da Silva Luz e Bruno Gonçalves Luz”, afirmou Moro.

Veja todos os investigados que se tornaram réus no processo

  1. Cândido Elpídio de Souza Vaccarezza
  2. Bo-Hans Vilhelm Ljungberg
  3. Bruno Golçalves Luz
  4. Carlos Henrique Nogueira Herz
  5. Carlos Roberto Martins Barbosa
  6. Jorge Antônio da Silva Luz
  7. Luiz Eduardo Loureiro Andrade
  8. Márcio Albuquerque Aché Cordeiro
  9. Paulo Sérvio de Vaz Arruda
  10. Rafael Aché Cordeiro

Fonte: G1PR

Prudentópolis
24º
Tempo nublado
Ponta Grossa
25º
Parcialmente nublado
Guarapuava
24º
Chuva
Curitiba
25º
Tempo nublado
Londrina
29º
Tempo limpo
União da Vitória
24º
Tempo nublado
  • É com pesar que a Funerária São Lucas comunica o falecimento do Irmão Leonidas Antônio Voidelo
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel  comunica o falecimento da Sra Tolentina Gonçalves de Araújo aos 79 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel  comunica o falecimento do Sr Elias Ernani Parhuts aos 66 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sr. Nilton Boraiko Vieira. Ocorrido aos 44 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat comunica o falecimento do Sr João Silva de Oliveira aos 74 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel comunica o falecimento do Sr Abel Zaias aos 70 anos de idade.
  • Genoma SUS recruta bolsistas nas áreas de ciência de dados e bioinformática
  • Economia Verde do Paraná alcança R$ 140 bilhões e já representa 32,9% do PIB
  • Em ação do MPPR em Castro, Judiciário determina que concessionária isente de pedágio pessoas em tratamento de saúde
  • Prefeitura de Guamiranga realiza cascalhamento em estradas rurais, beneficiando desta vez a comunidade de Àgua branca.
  • Fazenda e Receita alertam para envio de guias falsas de IPVA por e-mails e SMS
  • 12,8 mil estudantes de graduação da UEL devem realizar a renovação de matrículas para 2024