Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Paraná arranca empate com São Paulo

23 de agosto de 2018 às 09:24

Foto: Geraldo Bubniak/AGB/Estadão Conteúdo

Para ajudar, o São Paulo ganhou um baita presente logo aos sete minutos. O zagueirão Cleber Reis adiantou demais a bola na intermediária defensiva e perdeu o controle da redonda para Nenê. Uma simples tabela com Diego Souza e bola na rede. Foi o oitavo gol do camisa 10 nesse Brasileirão, agora artilheiro da equipe tanto na temporada (12 gols) quanto no nacional.

Os torcedores locais, imediatamente, passaram a perseguir Cléber Reis. A entregada não passou impune, e o clima ficou todo favorável aos visitantes, que viam a pressão sobre o adversário e ainda contavam a vantagem no placar.

Inesperadamente e até de forma surpreendente, porém, o São Paulo, aos poucos, foi perdendo o controle do jogo. E no lance seguinte a um quase golaço de bicicleta de Diego Souza, os mandantes contaram com o imprevisto para deixar tudo igual. Júnior viu a bola se oferecer dentro da área depois de uma dividida estranha e não perdoou.

O jogo

A partida começou até tranquila para o Paraná, mas uma falha individual logo na saída resultou no primeiro gol do São Paulo. Cléber Reis errou ainda no campo defesa e a bola sobrou para Diego Souza. O camisa 9 toca para Nenê, que, livre de marcação, tocou na saída do goleiro Richard para abrir o marcador.

O gol abalou a equipe paranista e também revoltou a torcida, que passou a vaiar Cléber Reis. No decorrer do primeiro tempo, o Tricolor equilibrou novamente as ações e criou uma boa chance na bola parada. Guilherme Biteco cobrou falta no canto do goleiro, mas Sidão espalmou para escanteio.

O São Paulo respondeu em boa troca de passes que chegou até Diego Souza no meio da área. O atacante dominou no peito e mandou de bicicleta para o gol. Porém, a bola passou por cima do gol. Logo na jogada seguinte, o Tricolor pressionou a defesa adversária e empatou a partida. Júnior invadiu a área e finalizou com muita força para estufar as redes.

Mesmo com o bom momento em campo na reta final, o Paraná foi para o intervalo com uma notícia ruim. O meia Guilherme Biteco saiu de campo lesionado aos 42 minutos e Rodolfo entrou em seu lugar.

No segundo tempo, o jogo continuou equilibrado e o Paraná teve as duas primeiras chances para marcar mais uma vez. Primeiro, Rafael Grampola cobrou falta com força e mandou pela linha de fundo. Depois, o camisa 9 ajeitou para Silvinho, que soltou uma pancada e a bola passou perto da trave.

Com o decorrer da etapa final, o técnico Claudinei Oliveira passou a ficar satisfeito com o ponto conquistado e tirou Rodolfo, que entrou na vaga de Biteco, para colocar o volante Jhonny Lucas. Ele ainda tirou Rafael Grampola para colocar Raphael Alemão.

As mudanças deixaram a equipe paranista mais forte na marcação e, em nenhum momento, correu risco de sair de campo derrotado. Em contrapartida, o Tricolor apostou no contra-ataque para vencer a partida, mas não levou perigo para o goleiro Sidão.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ 1X1 SÃO PAULO

Local: Vila Capanema, em Curitiba (PR).
Data: Quarta-feira, 22 de agosto de 2018.
Horário: 19h30.
Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (PE).
Assistentes: Clovis Amaral da Silva (PE) e Cleberson do Nascimento Leite (PE).

Paraná: Richard; Júnior, Renê Santos, Cléber Reis e Mansur; Leandro Vilela, Alex Santana, Guilherme Biteco (Rodolfo) (Jhonny Lucas) e Caio Henrique; Silvinho e Rafael Grampola (Raphael Alemão).
Técnico: Claudinei Oliveira.

São Paulo: Sidão; Bruno Peres, Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Hudson (Liziero), Jucilei e Rojas (Shaylon); Nenê (Tréllez), Diego Souza e Everton.
Técnico: Diego Aguirre.

Cartões amarelos: Guilherme Biteco, Júnior e Rafael Grampola (PRC); Liziero (SPO).

Fonte: Banda B