Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

A pedido do MPPR, Justiça suspende atividade de empresas que poluíam a atmosfera e lançavam efluentes sem tratamento em Imbituva

18 de outubro de 2018 às 19:51

Colaboração Repórter Kiko de Oliveira

Foto: Divulgação

Três empresas beneficiadoras de madeira de Imbituva, no Sudeste paranaense, estão com atividades suspensas cautelarmente pela Justiça por causarem poluição, com lançamento de fumaça e de efluentes líquidos sem tratamento no meio ambiente. A decisão judicial decorre de pedido feito em ação civil pública pela Promotoria de Justiça da Comarca.

De acordo com a ação, desde 2005 as empresas vêm sendo autuadas pelo Instituto Ambiental do Paraná por causa das atividades poluidoras. Em caso de descumprimento da determinação de suspensão imediata das atividades, as empresas ficarão sujeitas a multa diária de mil reais até que regularizem a situação ambiental.

Além de garantir o direito coletivo à saúde e ao meio ambiente equilibrado, a decisão serve de alerta a empresas da região que resistem a se adequar às normas ambientais e que poderão, em consequência, ser alvo de ações similares por parte do Ministério Público do Paraná.

Fonte: MPPR