Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Vereador de Nova Tebas é preso por extorquir prefeito, em operação do Gepatria de Guarapuava

10 de novembro de 2018 às 22:02
O mandado de prisão foi cumprido pelo núcleo de Guarapuava do Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa (Gepatria) e pela Promotoria de Justiça de Manoel Ribas, sede da comarca, com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). A denúncia de extorsão foi levada ao MPPR pelo próprio prefeito.

Um vereador de Nova Tebas foi preso na tarde deste sábado, 10 de novembro, pelo crime de concussão repetida tendo como vítima o atual prefeito do município da região Central do Paraná. A prisão ocorreu no âmbito da Operação Antagônico do Ministério Público do Paraná.

O mandado de prisão foi cumprido pelo núcleo de Guarapuava do Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa (Gepatria) e pela Promotoria de Justiça de Manoel Ribas, sede da comarca, com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). A denúncia de extorsão foi levada ao MPPR pelo próprio prefeito.

Segundo apurado pelo Ministério Público do Paraná, desde o fim de 2017, o vereador vinha exigindo pagamentos mensais ao prefeito, que variaram entre R$ 1 mil e R$ 3 mil reais, mediante a ameaça de utilizar a prerrogativa parlamentar para difamar a honra do prefeito e da gestão, além de dificultar o trâmite de projetos de lei de interesse do município. A prisão ocorreu logo após o prefeito fazer novo pagamento ao vereador, que estava em posse de um envelope com dinheiro em espécie.

Informações para a imprensa:

Assessoria de Comunicação