Secretaria da Saúde alerta para lote de morangos impróprios para consumo

26 de novembro de 2018 às 21:30

A Vigilância Sanitária do Paraná determinou a interdição e inutilização de um lote de morangos vindos do município de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, devido a presença de resíduos de agrotóxicos não autorizados para esse tipo de alimento. O lote onde foi encontrado a irregularidade foi coletado pela Vigilância Sanitária de Curitiba na CEASA e analisado pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-PR).

O lote em questão é o PP44C9H2ZJE6UHFD da marca Benassi, com data de embalagem 19/11/18, proveniente do agricultor Dante Andreazza e validade de 7 dias. A orientação para quem adquiriu o produto, é que suspenda o consumo imediatamente. Quem encontrar o produto no mercado pode denunciar à Vigilância Sanitária estadual pela Ouvidoria Geral da Saúde pelo telefone 0800 644 4414.

O diretor do Centro Estadual de Vigilância Sanitária Paulo Costa Santana explica que as Vigilâncias Sanitárias do Estado e dos Municípios já foram informados e orientados a fazer a apreensão e descarte do lote, caso este seja encontrado no comércio local (atacado e varejo). Ele salienta que outros lotes do distribuidor e produtor podem estar regulares e que as pessoas podem continuar a consumir morangos, desde que tomem alguns cuidados, especialmente em relação à origem do produto.

“O rótulo é a carteira de identidade de qualquer produto e o consumidor deve prestar atenção nas informações que ele traz. No Paraná, a Resolução 748/2014 obriga que a origem dos produtos hortícolas in natura seja registrada através do rótulo e o consumidor deve exigir essa informação e não consumir produtos que não estejam identificados”, orienta Paulo.

Ele lembra que a Secretaria de Estado da Saúde desenvolve em todo o Paraná o Programa Estadual de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA/PR) que monitora a conformidade dos resíduos de agrotóxicos nos alimentos comercializados através da CEASA/PR e aqueles fornecidos na alimentação escolar estadual. “É uma forma de evitar que os consumidores paranaenses adquiram ou consumam produtos irregulares e garantir sua segurança alimentar”, finaliza.

Prudentópolis
18º
Parcialmente nublado
Ponta Grossa
17º
Tempo nublado
Guarapuava
16º
Parcialmente nublado
Curitiba
19º
Tempo limpo
Londrina
24º
Tempo nublado
União da Vitória
20º
Tempo nublado
  • É com pesar que e o PAF  e a Funerária Anjo Gabriel  comunica o falecimento do senhor José Doruch aos 81 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  e o Plano Sindi-Saúde comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat e o Plano Sindi-Saúde   comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento do senhor
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento do senhor João Senkiu Sobrinho aos 59 anos de idade.
  • STF mantém prorrogação da Lei Paulo Gustavo até dezembro de 2023
  • Acidente entre caminhões deixa quatro mortos na PR 340, em Tibagi
  • Procon de Guarapuava notifica empresas por publicidade enganosa
  • BR 277 terá restrição de veículos pesados a partir desta sexta (03)
  • Sicredi anuncia R$ 1,5 bilhão para fortalecer parceria com agricultura no Show Rural Coopavel
  • Ano letivo municipal inicia com cerimônia, no Centro de Eventos Terra Das Cachoeiras