Paraná é o segundo Estado com melhor gestão de recursos federais

4 de dezembro de 2018 às 19:20

O Paraná está em segundo lugar entre os estados com melhor gestão das transferências voluntárias da União. Os dados são desta terça-feira (04) e estão disponíveis no Painel das Transferências Abertas, do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão.

O ranking do ministério leva em consideração o aproveitamento dos recursos viabilizados por meio de emendas parlamentares, convênios e contratos diretos do Estado com o Governo Federal ou via Caixa Econômica Federal.

“É sempre uma alegria ver o Paraná em destaque no cenário nacional”, afirma a governadora Cida Borghetti. “Esta avaliação reflete a gestão responsável que fazemos dos recursos públicos”.

Criado em 2017, o painel é resultado de um acompanhamento contínuo de tudo que foi celebrado entre estados e União num universo de 5,5 anos, tempo médio de execução dos projetos no país.

Cada unidade da federação é classificada por meio do Índice de Desempenho da Gestão de Transferências Voluntárias (IDTRV), que avalia o sucesso das propostas, sua execução (rapidez, prazos, valores), prestação de contas, número de conclusões e de cancelamentos.

RANKING – Com a segunda posição no ranking, o Paraná apresenta o indicador de 77,45, abaixo apenas do Amazonas, que marca 79,09, porém tem quase metade dos projetos do governo paranaense. A nota média nacional do IDTRV é de 70,67.

O índice alcançado pelo Estado avalia os 320 projetos aprovados pela Administração Pública, que somam quase R$ 546 milhões. Destes, 214 ainda estão em execução e 106 foram finalizados nos últimos dois meses e se encontram em processo de prestação de contas.

O Paraná também tem o melhor percentual de sucesso entre as propostas e planos de trabalho aprovados pela União (0,87), o mesmo obtido por São Paulo. E é um dos seis a superar a marca de 300 instrumentos celebrados.

Outra boa avaliação está na regularidade: todos os projetos concluídos pela administração estadual paranaense tiveram suas contas aprovadas integralmente.

ACOMPANHAMENTO – O chefe da Casa Civil do Paraná, Dilceu Sperafico, diz que a ótima posição no Painel das Transferências se deve, sobretudo, ao acompanhamento realizado pelo Governo do Estado dos seus convênios na Rede Nacional do Siconv – sistema criado pelo Ministério do Planejamento para administrar as transferências voluntárias de recursos da União.

Segundo Sperafico, o Estado avalia diariamente a posição de cada instrumento celebrado com o Governo Federal. “Este acompanhamento permite visualizar se um projeto está paralisado, se a prestação de contas está em dia e antecipar qualquer problema que possa prejudicar a transferência dos recursos”, explica.

 

Prudentópolis
27º
Tempo limpo
Ponta Grossa
20º
Parcialmente nublado
Guarapuava
24º
Tempo limpo
Curitiba
22º
Parcialmente nublado
Londrina
25º
Parcialmente nublado
União da Vitória
26º
Tempo limpo
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  e o Plano Sindi-Saúde comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat e o Plano Sindi-Saúde   comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento do senhor
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento do senhor João Senkiu Sobrinho aos 59 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária São João e o Plano Uni-Paz comunica o falecimento
  • Cooperativa Sicredi Centro Sul PR/SC/RJ impulsiona o Programa Empreenda Sicredi – Conta com a Gente nas suas agências.
  • Censo IBGE foi prorrogado até o dia 24 de fevereiro
  • Preso homem que destruiu relógio histórico no Palácio do Planalto
  • Saiba o que o INSS pode considerar como prova de vida
  • Consumidor poderá utilizar o PIX para pagar conta de luz
  • Lula defende diálogo entre países na VII Cúpula da Celac