Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

PRF faz acompanhamento tático em Prudentópolis

17 de dezembro de 2018 às 09:45
Após realizar buscas pela cidade, foi logrado êxito em encontrar o veículo, seu condutor, assim como as outras pessoas envolvidas. O condutor informou que fugiu porque havia ingerido bebida alcoólica.

Em 14 de dezembro do ano de 2018, por volta das 23:50 horas, no km 265.0 da BR 373, no
município de Prudentópolis/PR, enquanto realizávamos fiscalização de combate à alcoolemia, verificamos
a aproximação de um Renault Clio na cor vermelha, ao qual foi dado ordem de parada e este diminuiu a velocidade e logo
que passou pelas equipes saiu em arrancada brusca.

Foi iniciado, então, acompanhamento tático com sinais
luminosos e sonoros acionados tentando por várias vezes fazer com que o veículo parasse.

Ao adentar no município, o mesmo continuou a realizar manobras de alto risco principalmente devido ao fato de
passar por área com trânsito e aglomeração de pessoas, como também por invadir as preferenciais em
altíssima velocidade.

Em dado momento, duas pessoas colocaram as mãos para fora da janela do veículo e gritaram
pedindo socorro. Por mais de uma vez elas abriram as portas dianteira e traseira direitas numa clara
demonstração de que queriam saltar do veículo, vindo inclusive a quase cair do mesmo, fato este que
expôs a vida destas ocupantes em risco.

Na rua Capitão Durski Silva, uma das supostas vítimas
conseguiu puxar o freio de mão e saltar do veículo (relato da própria vítima: Novamente o veículo empreendeu fuga, com a outra pessoa ainda em seu interior pedindo
socorro.

O condutor continuou a realizar
manobras perigosas, expondo novamente a vida de terceiro e a PRF juntamente com PM continuaram o acompanhamento. Mesmo assim o veículo conseguiu evadir-se.

Após realizar buscas pela cidade, foi logrado
êxito em encontrar o veículo, seu condutor, assim como as outras pessoas envolvidas. O condutor
informou que fugiu porque havia ingerido bebida alcoólica.

As duas passageiras, ambas do sexo feminino,
nos disseram que, apesar de serem amigas do autor, estavam pedindo socorro devido à forma com que o
condutor estava dirigindo ao fugir da polícia e sem demonstrar a intenção de parar.

O condutor, Sr
de 49 anos foi submetido a teste de etilômetro acusando 0.17 mg/L. O mesmo não
portava qualquer tipo de documento de identificação sendo necessária sua condução à Polícia Judiciária
para qualificá-lo.

Diante das informações obtidas foram constatados, a princípio, os seguintes delitos: Trafegar com
velocidade incompatível com a segurança e Perigo para a vida ou saúde de outrem.

Foi atuado por embriaguez ao volante e feito Termo Circunstanciado de Ocorrência – TCO, onde o condutor terá de se apresentar em Audiência no Juizado Especial Criminal de Prudentópolis.