Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Traiano empossa deputados e é reeleito presidente da Assembleia

1 de fevereiro de 2019 às 18:36
“Estamos no meio de uma mudança que afeta a vida de cada um de nós, do Paraná e do Brasil. Compreender sua natureza, adaptar-se a ela e contribuir para que essa mudança reconduza o Brasil e o Paraná ao caminho seguro do desenvolvimento é responsabilidade de todos. E destacou sua confiança no futuro: “Não há razões para temer a mudança de direção”

O presidente da Assembleia, Ademar Traiano (PSDB), deu posse hoje (1) aos 54 deputados estaduais eleitos em outubro passado. Depois da posse, Traiano foi reeleito, pela terceira vez, presidente da Assembleia. Na condição de presidente, Traiano saudou os deputados com um discurso em que enfatizou que o mundo atravessa momentos de mudança no país e de crise no mundo.

“Estamos no meio de uma mudança que afeta a vida de cada um de nós, do Paraná e do Brasil. Compreender sua natureza, adaptar-se a ela e contribuir para que essa mudança reconduza o Brasil e o Paraná ao caminho seguro do desenvolvimento é responsabilidade de todos. E destacou sua confiança no futuro: “Não há razões para temer a mudança de direção”

Fez um balanço de suas duas gestões à frente da Assembleia: “Administramos esta casa nos últimos quatro anos numa gestão compartilhada com os deputados. Conduzimos a discussão e solução de assuntos de interesse público ao abrir espaço para a comunicação entres os vários setores da sociedade. Incentivamos a realização de audiências públicas, mecanismo efetivo que garante a participação direta da sociedade na elaboração de leis criadas por este Parlamento e na prática de ações governamentais”.

Garantiu que essas políticas bem-sucedidas vão continuar: “E continuaremos a administrar esta Casa com a mesma dedicação e o mesmo empenho: ou seja, faremos uma gestão ainda mais focada na eficiência, na legalidade e na transparência”. Traiano anunciou que, para aprofundar ainda mais esse caminho, a Assembleia vai ter, em suas instalações, uma sede do Procon e da Defensoria Pública, como forma de tornar ainda mais efetivos a defesa dos direitos do cidadão e do consumidor.

Recordou que a Assembleia nunca fugiu a suas responsabilidades para atender aos interesses do Paraná: “Se o Paraná é vanguarda em muitas áreas, muito deve a esta Casa, que deu valiosa contribuição nos momentos difíceis e continuará dando quando for preciso”.

Nova Mesa

Com a eleição de hoje, é a seguinte a composição da nova Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Paraná: presidente, Ademar Traiano; primeiro secretário, Luiz Cláudio Romanelli (PSB); 1º vice-presidente, Plauto Miró Guimarães (DEM); Tercílio Turini (PPS), segundo vice-presidente; Requião Filho (MDB), 3º vice-presidente. Gilson de Souza (PSC), na 2ª Secretaria; Marcel Micheletto (PR), na 3ª; Gilberto Ribeiro (PP), na 4ª e Nelson Luersen (PDT), na 5ª.

Perfil Traiano
Ademar Traiano nasceu em Francisco Beltrão em 3 de janeiro de 1953, filho de uma família humilde. É viúvo e pai de 3 filhos, advogado e industrial do ramo da confecção. Foi vereador, prefeito e está iniciando seu oitavo mandato como deputado estadual. Já foi presidente da Assembleia por duas vezes, depois de ter sido líder do governo e de ocupar todos os cargos na Mesa Executiva da Assembleia. Deputado municipalista, é cidadão honorário de 9 cidades e representa mais de 50 municípios.
Iniciou a vida pública em 1982, quando, já um advogado bem-sucedido, foi eleito vereador, o mais votado da história da cidade. Foi escolhido presidente da Câmara de Santo Antônio do Sudoeste.

Foi o primeiro prefeito eleito de Santo Antônio do Sudoeste (até a abertura política de 1985 os prefeitos dos municípios de fronteira eram nomeados por Brasília). Como prefeito também foi escolhido para presidente da Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná (AMSOP).
Traiano foi eleito deputado estadual pela primeira vez em 1990. Depois de ter ocupado todos os postos na Mesa Executiva, foi líder do governo de 2011 a 2014. Em 2015, foi eleito presidente da Assembleia Legislativa do Paraná. Em 2017, foi reconduzido para um segundo mandato. Assumiu o cargo de governador do Paraná, interinamente, em diversas ocasiões. Em 2015, devido a viagens ao exterior do governador e vice, comandou o Paraná por 14 dias. Foi o primeiro representante do Sudoeste a assumir o governo do Estado.

A disposição de auxiliar os prefeitos em suas demandas na capital, nascida da experiência de comandar um pequeno município no início de sua carreira, é uma marca registrada do deputado. Traiano é cidadão honorário de 9 municípios do Paraná: Santa Izabel do Oeste, Santo Antônio do Sudoeste, Francisco Beltrão, Pinhal de São Bento, Santa Terezinha de Itaipu, Bela Vista da Caroba, Marmeleiro, Pranchita e Bom Jesus do Sul. Deputado municipalista, representa mais de 50 cidades do Paraná.

Superação
O deputado costuma dizer que as dificuldades que enfrentou durante a infância pobre (caminhava diariamente mais de 15 quilômetros para ir e voltar à escola) serviram para aumentar sua determinação e em lugar de impedir que completasse seus estudos e participasse intensamente da política estudantil. Ao contrário, tomou gosto pelo estudo e pela política.
Trabalhou como protético e vendedor de implementos agrícolas para pagar a Faculdade de Direito. Precisava viajar a São Paulo para estudar na Universidade de São Carlos. Quando se elegeu deputado, lutou para levar o ensino superior para o interior do Paraná. Sua maior vitória foi conseguir a Faculdade de Medicina para Francisco Beltrão.
Traiano perdeu a mulher para o câncer quando os filhos ainda eram pequenos. A tragédia o tornou um militante das campanhas de prevenção da doença.
Conciliou o comando da Assembleia com uma atuação destacada como legislador. É autor de leis importantes. Uma delas é a que obriga o uso aplicativo Menor Preço nas licitações e aquisições do governo do Estado. Essa lei permite ao cidadão se assegurar que as aquisições do governo são realizadas pelo menor custo do mercado.

Gestão inovadora
A recondução de Ademar Traiano (PSDB), pela terceira vez, a Presidência da Assembleia consagra um estilo pessoal conciliador e administrações inovadoras. Ao assumir o comando da Assembleia, pela primeira vez, em 2015, Traiano estabeleceu como prioridade ampliar a transparência e abrir as portas do Legislativo.

O sucesso dessa política pode ser medido pelos prêmios recebidos (citar agora é lei, parlamento etc) e em números. No período de 2015 a 2018, mais de 10 mil pessoas conheceram a Assembleia em visitas guiadas. Centenas de estudantes foram recebidos pelo presidente da Assembleia em seu gabinete para conversas descontraídas. Mais de 250 audiências públicas foram realizadas para a discussão aberta dos temas mais polêmicos votados na Assembleia.

A juventude foi o principal alvo da política de portas abertas. Diversos programas foram criados voltados para esse público. O Geração Atitude, desenvolvido pela Assembleia, em parceria com o Ministério Público, o Judiciário e o governo do Estado, mobilizou 50 mil alunos em 300 escolas estaduais.
O projeto Assembleia no Enem ofereceu aulas gratuitas e apostilas para ajudar os estudantes a passar no Exame. Mais de 500 aulas, uma parceria sem ônus com o Grupo Eureka, foram transmitidas pela TV Assembleia. A Assembleia também promoveu um concurso de redação para mais de 50 mil estudantes da rede estadual de ensino. O programa foi considerado, por especialistas, um dos responsáveis pela melhora da nota do Paraná no ranking do Enem.

O Parlamento Universitário transformou estudantes em deputados estaduais por uma semana, usando o plenário e as comissões temáticas para que os estudantes tivessem uma imersão completa. Para realizar esse projeto, Traiano firmou parcerias com 8 faculdades e universidades e 2.200 estudantes se inscreveram no programa só em 2018. Outro marcador do sucesso dessas iniciativas foram os prêmios. Só em 2017, quatro projetos da Assembleia receberam importantes prêmios nacionais.