Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Quatro policiais militares são presos em flagrante por concussão

7 de fevereiro de 2019 às 18:21
A prisão foi realizada após os policiais extorquirem uma pessoa que havia sido abordada por eles na tarde do mesmo dia. Depois de revistarem o carro da vítima, sem encontrarem nada de irregular, os policiais exigiram dela R$ 16 mil, ameaçando “plantar” drogas e munições em sua casa se não fossem atendidos. Foi acertada a entrega do dinheiro para horas depois.

Quatro policiais militares foram presos em flagrante por agentes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) na noite desta quarta-feira, 6 de fevereiro, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. A prisão foi realizada após os policiais extorquirem uma pessoa que havia sido abordada por eles na tarde do mesmo dia. Depois de revistarem o carro da vítima, sem encontrarem nada de irregular, os policiais exigiram dela R$ 16 mil, ameaçando “plantar” drogas e munições em sua casa se não fossem atendidos. Foi acertada a entrega do dinheiro para horas depois.

Fuga – Após a primeira abordagem policial, a vítima buscou o Ministério Público do Paraná, relatando o fato à 1ª Promotoria de Justiça de São José dos Pinhais, que acionou o Gaeco. Equipes do grupo foram ao local combinado para a entrega do dinheiro e, efetivamente, os quatro PMs chegaram, em uma viatura, para receber o valor. Após pegarem o dinheiro, quando já se afastavam, foram abordados pelos agentes do Gaeco, mas tentaram fugir, o que resultou numa perseguição de mais de três quilômetros, até que os policiais foram alcançados.

Foram encontrados com três dos PMs três revólveres 38 com as numerações raspadas e munições variadas (inclusive estrangeiras). No console da viatura, havia uma caixa de fósforos com pequena quantidade de substância semelhante a crack. Entre os pertences de um dos soldados foi encontrada também uma “mixa” (instrumento para abrir fechaduras).

O auto de prisão em flagrante foi lavrado na presença de oficial do 17º Batalhão da Polícia Militar, onde são lotados os quatro policiais.

Informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação