Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Coritiba perde para o URT dando adeus a Copa do Brasil

15 de fevereiro de 2019 às 08:24
Agora, o Coxa coloca a sua atenção somente no Campeonato Paranaense. O clube volta a campo no próximo domingo (17), diante do FC Cascavel, às 17h, no Estádio Olímpico Regional, no oeste paranaense, pela semifinal da Taça Barcímio Sicupira Júnior.

O Coritiba está eliminado da Copa do Brasil. Em uma noite ruim para o sistema defensivo, o time abusou das falhas e foi superado pela URT-MG, por 3 a 2, no Estádio Zama Maciel, em Patos de Minas, dando adeus à competição ainda na primeira fase.

O Verdão jogava ao menos pelo empate para garantir a classificação e chegar a R$ 1,1 milhão em premiação para disputar a segunda fase, receita que era considerada importante para o orçamento alviverde para 2019. A equipe paranaense chegou a buscar a igualdade em duas vezes, mas acabou sendo superada e se despede logo no primeiro jogo do torneio.

Agora, o Coxa coloca a sua atenção somente no Campeonato Paranaense. O clube volta a campo no próximo domingo (17), diante do FC Cascavel, às 17h, no Estádio Olímpico Regional, no oeste paranaense, pela semifinal da Taça Barcímio Sicupira Júnior.

O jogo

O Coritiba iniciou a partida cumprindo com o discurso que utilizou durante a semana, de ser uma equipe ofensiva e que não se confortaria com a vantagem do empate. Pressionando a equipe da casa, o Coxa teve três boas chances nos pés de Rodrigão e Juan Alano antes mesmo dos dez minutos, levando perigo ao gol de Marcão.

Mas foi a URT quem conseguiu surpreender. Aos nove, o time mineiro chegou pela primeira vez e balançou as redes de Wilson, mas a arbitragem marcou impedimento do zagueiro Gladstone. Só que no lance seguinte o gol valeu. Aos 11, Carrara cobrou lateral na área, a zaga falhou e Cascata abriu o placar.

A resposta alviverde veio logo na sequência. Na saída de bola, Iago Dias recebeu pelo lado, avançou e serviu Rodrigão para empatar a partida.

Passado o susto, o Coritiba tentou voltar a se impor para controlar a partida, mas a URT seguiu levando perigo nas poucas vezes em que chegou. Aos 28, Rodney cruzou na área e Juninho Potiguar quase marcou o segundo. Mais tarde, aos 39, Cascata também tentou em jogada individual, mas parou em Wilson. Mas, aos 43, o castigo novamente veio para o Verdão. Em nova falha defensiva, Reis aproveitou sobra na área e bateu na saída de Wilson para marcar.

O Verdão voltou para a segunda etapa pressionando a URT e chegou ao gol de empate aos 13 minutos, com gol de Iago Dias, que recebeu bom lançamento e bateu firme para balançar as redes.

Mas a equipe mineira seguiu firme em busca da vitória e aproveitou a noite infeliz do sistema defensivo coxa-branca. Logo em seguida, aos 16, Djalma Silva cobrou falta direto no gol e acertou o travessão.

Não demorou muito e a URT voltou a ficar à frente no placar. Aos 20, Gladstone tentou de cabeça e Wilson operou um milagre para salvar. Mas, na sequência, o zagueiro não perdoou e acertou o cabeceio para recolocar os mandantes na frente: 3 a 2.

Na tentativa de melhorar a postura da equipe, o técnico Argel Fucks colocou Nathan e Kady nas vagas de Vitor Carvalho e Giovanni, mas o setor ofensivo pouco apresentou melhoras. Melhor para a URT, que venceu o Coritiba e segue na Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA
URT-MG 3X2 CORITIBA

Local: Estádio Zama Maciel, Patos de Minas (MG).
Data: Quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019.
Horário: 21h15.
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN).
Assistentes: Flávio Gomes Barroca (RN) e Luis Carlos de França Costa (RN).

URT-MG: Marcão; Rodney, Gladstone, Marcos Vinícius e Djalma Silva; Diogo Orlando, Derly, Juninho Potiguar (Kaio Wilcker) e Cascata (Rafael Óller); Carrara (Gilson) e Reis.
Técnico: Ito Roque.

Coritiba: Wilson; Geovane (Felipe Mattioni), Alan Costa, Sabino e Fabiano; João Vitor, Vitor Carvalho (Nathan) e Giovanni (Kady); Iago Dias, Juan Alano e Reis.
Técnico: Argel Fucks.

Gols: Cascata (URT) aos 11′, Rodrigão (CFC) aos 12′ e Reis (URT) aos 43′ do primeiro tempo; Iago Dias (CFC) aos 13′ do segundo tempo.

Cartões amarelos: Marcão, Rodney, Marcos Vinícius, Derly e Juninho Potiguar (URT); Vitor Carvalho (CFC).

FONTE BANDA B