Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Athletico sofre na Colômbia e estreia na Libertadores com derrota para Tolima

6 de março de 2019 às 07:59
Os colombianos seguem sendo uma pedra no sapato do Athletico-PR em torneios continentais. Em 11 jogos, contando este contra o Deportes Tolima, são cinco derrotas, quatro empates e apenas duas vitórias. Com o resultado negativo, o time paranaense larga na última colocação do Grupo G da Libertadores.

O Deportes Tolima fez mais uma vítima brasileira. Em 2011, o time da Colômbia ficou conhecido ao eliminar o Corinthians na fase preliminar da Copa Libertadores. Desta vez, derrotou o Athletico-PR na estreia do torneio continental pelo placar de 1 a 0, em partida realizada nesta terça-feira, no estádio Manuel Murrilo Tolo, na cidade colombiana de Ibagué.

Os colombianos seguem sendo uma pedra no sapato do Athletico-PR em torneios continentais. Em 11 jogos, contando este contra o Deportes Tolima, são cinco derrotas, quatro empates e apenas duas vitórias. Com o resultado negativo, o time paranaense larga na última colocação do Grupo G da Libertadores.

A noite parecia não ser do Athletico-PR. O clube paranaense perdeu logo aos 10 minutos o lateral-direito Madson por lesão. O zagueiro Zé Ivaldo foi improvisado no setor, mas acabou abrindo espaço pelo lado direito do campo, setor que o Deportes Tolima aproveitou para criar as melhores oportunidades do time.

O Athletico-PR se apoiou no talento do bem marcado atacante Marco Rubén. Foi dele a melhor jogada da equipe no primeiro tempo. Ao receber passe de Rony, chutou rente à trave do goleiro Montero. Aos poucos, o Deportes Tolima foi envolvendo a equipe paranaense, que ficou perdida no jogo.

Aos 29 minutos, o time colombiano acabou abrindo o marcador. Em cobrança de falta de González, Santos defendeu, mas no rebote Banguero colocou no fundo das redes. O Deportes Tolima ainda tentou uma pressão a fim de aumentar ainda no primeiro tempo, mas ficou mesmo no 1 a 0.

Na segunda etapa, o Athletico-PR tentou um abafa e ficou muito perto de empatar. Aos três minutos, Rony colocou a bola na área e viu Montero antecipar Marco Rubén e tirar com os pés. A bola ficou viva com a zaga da equipe colombiana, que se enrolou toda e jogou contra a própria trave.

O time paranaense foi crescendo e chegou a ter dois gols anulados – com Thiago Heleno e Marcelo Cirino. Em ambos os casos, os atletas estavam em posição de impedimento. Após os sustos, o Deportes Tolima se fechou e acabou confirmando a vitória em sua estreia na Libertadores.

OUTROS JOGOS – Também pelo grupo de Deportes Tolima e Athletico-PR, o Boca Juniors, atual vice-campeão da Libertadores, estreou com um empate sem gols contra o Jorge Wilstermann, na cidade de Cochabamba, na Bolívia. O time boliviano será o próximo rival dos paranaenses, na quinta-feira da semana que vem, na Arena da Baixada, em Curitiba.

Pelo Grupo H, o mesmo do Grêmio, o Libertad saiu na frente ao golear o Universidad Católica, do Chile, por 4 a 1, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção, no Paraguai. O atacante Adrian Martínez foi o grande destaque ao marcar os dois primeiros gols do time paraguaio nos primeiros quatro minutos da partida. Antes do intervalo, Luciano Aued diminuiu de pênalti para os chilenos, mas Antonio Bareiro e Ayrton Cougo definiram a goleada.

FICHA TÉCNICA

DEPORTES TOLIMA 1 x 0 ATHLETICO-PR

DEPORTES TOLIMA – Montero; Arboleda, Quiñónes, Mostacilla e Banguero; Carrascal (Gordillo), Robles, Vásquez, Luis González (Balanta) e Albornoz (Alex Castro); Marco Pérez. Técnico: Alberto Gamero.

ATHLETICO-PR – Santos; Madson (Zé Ivaldo), Thiago Heleno, Léo Pereira e Renan Lodi; Camacho (Marcelo Cirino), Bruno Guimarães, Tomás Andrade e Nikão (Braian Romero); Marco Rubén e Rony. Técnico: Tiago Nunes.

GOL – Banguero, aos 29 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS – Arboleda e Robles (Deportes Tolima); Léo Pereira e Thiago Heleno (Athletico-PR).

ÁRBITRO – Piero Maza (Fifa/Chile).

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Manuel Murillo Toro, em Ibagué (Colômbia).

Fonte Massa News