Campanha conscientiza sobre compra de coelhos vivos na Páscoa

9 de abril de 2019 às 14:24

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e Turismo lança nessa terça-feira (09) a campanha Páscoa Alternativa! A ação tem o objetivo de conscientizar as pessoas a encontrarem outras opções à compra de coelhos como animais de estimação, o que é comum nessa época por serem animais considerados dóceis e associados a um dos símbolos da Páscoa.

O que as pessoas não sabem é que todos os anos, após a Páscoa, muitos coelhos são encontrados abandonados em lixeiras, parques e praças, e acabam morrendo de frio, de fome, atropelados, ou atacados por cães. A secretaria alerta que o abandono de animais é considerado crime ambiental.

Isso acontece porque nem sempre quem ganha um coelho de presente está disposto a arcar com os cuidados que o animal necessita – e que não são poucos. Além disso, de forma geral, os coelhos são criados em gaiolas e encontram dificuldades para sobreviver nas cidades sem cuidados humanos.

A secretaria recomenda a quem quer fugir dos tradicionais ovos de Páscoa que busque outras alternativas, como coelhos de pelúcia ou de chocolate. Além de trazerem a mesma representatividade, essa atitude evita futuros abandonos.

CAMPANHA – A fim de evitar a compra antecipada desses animais, a secretaria pede a ajuda da população na divulgação da campanha, compartilhando o post da sua página no Facebook (http://www.facebook.com/desenvolvimentosustentaveleturismo).

ABRIL LARANJA – A Sociedade Americana para a Prevenção da Crueldade contra os Animais instituiu o Abril Laranja, dedicado à prevenção aos maus-tratos contra os animais. A proposta é fazer com que as pessoas reflitam sobre esta prática, que não se resume à violência física.

Todas as ações de negligência, omissão ou que resultem em algum sofrimento ao animal configuram maus-tratos. No caso de animais domésticos, como cães, estas situações incluem abandono, manter preso permanentemente em correntes, deixar sem abrigo adequado da chuva ou do sol, não fornecer alimentação adequada e os cuidados médicos necessários, privar da ventilação ou luz solar, manter em locais pequenos e anti-higiênicos,

Em Curitiba, as denúncias podem ser feitas pelo telefone 156, da prefeitura. Nas demais regiões do Estado a população deve buscar o canal em seu município, geralmente as secretarias do Meio Ambiente ou a prefeitura.

Prudentópolis
26º
Tempo limpo
Ponta Grossa
25º
Tempo limpo
Guarapuava
22º
Tempo limpo
Curitiba
25º
Tempo limpo
Londrina
29º
Parcialmente nublado
União da Vitória
23º
Tempo limpo
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel comunica o falecimento do Sr Abel Zaias aos 70 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel comunica o falecimento da Sra Izaide Josefa Gonçalves aos 84 anos de idade
  • É com pesar que Comunicamos  o falecimento da Sra Sophia Horbus, mãe do Padre Dionísio, nosso pároco!
  • É com pesar que e a Anjo Gabriel comunica o falecimento do Sr Carmelino Souza aos 70 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat comunica o falecimento do Sr Salvador Szawczuk aos 77 anos de idade
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat comunica o falecimento do Sr Severo Czekalski aos 46 anos de idade vitima de acidente
  • Solenidade de formatura alusiva a tiradentes no 16⁰ BPM
  • Moradora de Prudentópolis cai em golpe virtual e perde cerca de quinze mil reais
  • Mais de 930 mil alunos da rede estadual fazem a Prova Paraná a partir de segunda-feira
  • Provas do concurso para perito criminal serão realizadas domingo em três cidades
  • 4ª parcela do IPVA de veículos com final de placa 5 e 6 vence nesta sexta-feira
  • Professoras da rede estadual transformam experiências de vida em livros infantis