Newton Agibert cheio pode ser o fator decisivo para o Prudentópolis embalar rumo à classificação

30 de maio de 2019 às 09:22

Foto: Arquivo/ Nossa Gente

Presença da torcida pode ser o  grande diferencial para o Prudentópolis seguir firme na segunda fase da divisão de acesso, pelo menos é o que acredita a direção que ainda não viu um público grande nesta divisão de acesso. Em caso de vitória no próximo domingo o tigre da serra encaminha bem a classificação para as semifinais da competição, para isso quer contar com a presença massiva da torcida, que anda um pouco distante nos últimos jogos.

O tigre da serra receberá neste domingo (2), às 15 horas, o São Joseense dependendo apenas de si para se manter vivo na competição, vindo de uma vitória em casa e buscando embalar o Prude recebe a equipe da região metropolitana de Curitiba em crise, depois de um empate e uma derrota nessa segunda fase. O fator casa pode ajudar o clube de Prudentópolis à figurar de forma mais clara entre os favoritos ao acesso.

Porém com um público pagante de 71 torcedores na partida diante do Nacional, há de se acreditar que o cidadão prudentopolitano desanimou com o esporte local, não é a toa que frequentemente o principal investidor do clube tem repensado sua permanência na direção do mesmo, visto que o apoio, tanto financeiro quanto moral tem sido pífio neste ano. Porém existe uma parte de culpa na própria direção, a divulgação do clube tem deixado a desejar, as redes sociais do time são pouco movimentadas, hoje já não existe mais aquela divulgação massiva que existia em rádios locais, tampouco o carro de som que em anos anteriores passava a semana toda lembrando dos jogos no Newton Agibert, sequer existe uma tentativa mais agressiva de buscar reaproximar o torcedor do clube, ao menos para acompanhar as partidas nos jogos em casa.

Vemos um Prude estagnado administrativamente, mas com potencial de crescimento invejável e uma posição de prestigio se comparado à realidade dos clubes das cidades vizinhas, vide Iraty, rebaixado para a última divisão do estadual diante de uma gigantesca desorganização daqueles que deveriam trabalhar para colocar o clube em ritmo de crescimento, e mesmo assim o clube iratiense colocou mais público que o tigre da serra nos jogos em casa. Vemos um Batel, com atrasos na questão financeira, mas com um público que poderia ser o do Newton Agibert nos domingos.

A realidade em nossa cidade é de que, ou a diretoria do Prude se abre verdadeiramente ao mundo atual, ou o futebol novamente será engolido pela era digital e pela transparência das diretorias de clubes mais abertos à modernidade, cuja a qual é necessária em todos os clubes de futebol sobreviverem atualmente.

Prudentópolis
23º
Tempo nublado
Ponta Grossa
22º
Tempo nublado
Guarapuava
23º
Tempo nublado
Curitiba
23º
Tempo nublado
Londrina
27º
Parcialmente nublado
União da Vitória
26º
Tempo nublado
  • É com pesar que e o PAF  e a Funerária Anjo Gabriel  comunica o falecimento do senhor José Doruch aos 81 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  e o Plano Sindi-Saúde comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat e o Plano Sindi-Saúde   comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento do senhor
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento do senhor João Senkiu Sobrinho aos 59 anos de idade.
  • STF mantém prorrogação da Lei Paulo Gustavo até dezembro de 2023
  • Acidente entre caminhões deixa quatro mortos na PR 340, em Tibagi
  • Procon de Guarapuava notifica empresas por publicidade enganosa
  • BR 277 terá restrição de veículos pesados a partir desta sexta (03)
  • Sicredi anuncia R$ 1,5 bilhão para fortalecer parceria com agricultura no Show Rural Coopavel
  • Ano letivo municipal inicia com cerimônia, no Centro de Eventos Terra Das Cachoeiras