Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Acusado de feminicídio em Cantagalo é condenado e recebe pena de 78 anos e 5 meses de prisão em regime fechado

5 de junho de 2019 às 08:33
Os crimes ocorreram em fevereiro de 2017, quando o réu, que não aceitava o fim do relacionamento, foi até a casa da vítima e atirou seis vezes contra ela, disparando em seguida contra o pai, a mãe, duas irmãs e o cunhado da vítima

No município de Cantagalo, no Centro-Sul do estado, o Tribunal do Júri condenou nesta terça-feira, 3 de junho, a 78 anos e 5 meses de prisão um homem acusado pela morte da ex-mulher e por cinco tentativas de homicídio contra familiares da vítima.

Os crimes ocorreram em fevereiro de 2017, quando o réu, que não aceitava o fim do relacionamento, foi até a casa da vítima e atirou seis vezes contra ela, disparando em seguida contra o pai, a mãe, duas irmãs e o cunhado da vítima.

O homicídio consumado foi triplamente qualificado: motivo fútil, utilização de recurso que dificultou a defesa da vítima e feminicídio (praticado em razão da condição do sexo feminino). A condenação também considerou o crime de porte ilegal de arma de fogo.

Informações para a imprensa: