Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Prefeitura esclarece a população sobre à rotatória das ruas Rui Barbosa e Doze de Agosto

18 de junho de 2019 às 15:24
A rotatória tem sido utilizada em diversos municípios como instrumento de modernização do trânsito, e desafogo de fluxo de veículos, cuja quantidade aumentou nos últimos dez anos em padrão absolutamente incompatível com o numero de vias para tráfego.

NOTA OFICIAL – ROTATÓRIA CONFLUÊNCIA DA RUA RUI BARBOSA COM A XII DE AGOSTO
A Prefeitura Municipal de Prudentopolis, esclarece à população no que diz respeito à rotatória construída no cruzamento das ruas Rui Barbosa e Doze de Agosto que a decisão por este tipo de solução urbanística tem fundamento em estudos técnicos realizados.

Desde 2015 o Município trabalha no estabelecimento das diretrizes de seu sistema viário, tendo desde então sido realizadas várias consultas públicas acerca do tema, dentre as quais foi verificada a necessidade de solução do problema de transito verificado naquele local. Neste mesmo processo estão compreendidos os estudos das alterações de mão de direção de algumas ruas, as quais ainda serão implantadas.

Com base nestes estudos do sistema viário, a solução técnica apresentada por qualificados urbanistas especializados na matéria, para o problema naquele local, foi a rotatória e não o semáforo como alguns leigos apontam como sendo o ideal; isto porque à exceção dos horários de pico, compreendidos no início da manhã, no horário de almoço e final de tarde, onde coincidem o período de término/início de aulas de colégio localizado naquelas imediações com a ida/retorno dos trabalhadores que residem na Vila Mariana e Vila Nova e trabalham em outros pontos do município; o semáforo constituiria um problema para o fluxo de trânsito e não uma solução.

A rotatória tem sido utilizada em diversos municípios como instrumento de modernização do trânsito, e desafogo de fluxo de veículos, cuja quantidade aumentou nos últimos dez anos em padrão absolutamente incompatível com o numero de vias para tráfego.

Quanto ao preço da obra, notaram-se vários questionamentos em especial em redes sociais, por leigos desinformados. Explica-se que no projeto da obra encontra-se previsto a execução de sua totalidade em concreto armado, para resistir ao tráfego de veículos pesados; com base de aproximadamente 30 cm de concreto armado ao redor de toda rotatória; inclusive com estaqueamento por estacas armadas; serviços de demolição; corte de calçada; sinalização inclusive por placas; marcação da obra de acordo com regras técnicas e instalações elétricas para futura utilização do centro da rotatória para colocação de adorno paisagístico.

Duas licitações foram realizadas anteriormente para realização desta mesma obra, tendo as duas restado desertas; sendo o contrato agora executado, o decorrente da terceira licitação realizada. Várias empresas locais e da região foram consultadas acerca do interesse em participar do processo licitatório e informaram inclusive que pelo preço proposto sequer participariam do certame.

A obra encontra-se dentro dos padrões de preço definidos em tabelas utililzadas como referência para obras públicas; contudo, os projetos, planilhas e demais elementos do processo encontram-se à disposição no portal da prefeitura na internet, podendo ser verificado por qualquer cidadão, o qual de forma fundamentada poderá insurgir-se em relação ao processo em questão.

A rotatória já está sendo implantada dentro de um projeto mais amplo, dentro do plano viário e do processo de municipalização de trânsito, o qual prevê a proibição do tráfego de caminhões pesados na Rui Barbosa após a implantação de sentido único na rua, o qual deve ocorrer em breve. O planejamento é justamente que os caminhões mais pesados não possam realizar, por obstáculo físico, a entrada na Rua Rui Barbosa.

A obra até o presente momento ainda não foi recebida, tampouco houve pagamento de qualquer valor, de modo que o processo de fiscalização da Secretaria de Infraestrutura e Obras acerca da obediência ao contrato, será realizado de forma rigorosa como é o padrão dentro da atual administração municipal.