Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

PF prende 10 pessoas, em Guaíra, em operação contra organização criminosa suspeita de contrabando

27 de junho de 2019 às 09:44
Ação foi deflagrada nesta quinta-feira (27). De acordo com a PF, a quadrilha trazia produtos do Paraguai – principalmente cigarros e eletrônicos – para o Brasil.

Foto: PF/Divulgação

A Polícia Federal (PF) prendeu dez pessoas em Guaíra, no oeste do Paraná, em uma operação contra uma organização criminosa suspeita de contrabando. A ação, batizada de Integrum, foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (27).

Ao todo, são 11 mandados de prisão preventiva, que é por tempo indeterminado. Porém, até a última atualização desta reportagem, um alvo ainda não tinha sido localizado.

Havia também oito mandados de busca e apreensão. Todos foram cumpridos, com a apreensão de armas e dinheiro.

De acordo com a PF, a quadrilha trazia produtos do Paraguai – principalmente cigarros e eletrônicos – para o Brasil. O grupo criminoso fazia a importação ilegal, segundo a PF, por transporte fluvial.

Cerca de 40 policiais federais foram às ruas para cumprir as ordens judiciais, expedidas pela 1ª Vara Federal de Guaíra.

Os investigados devem responder por crimes como contrabando, descaminho, corrupção de menores e organização criminosa.

A investigação

A investigação começou depois de uma ação da Polícia Federal que resultou na prisão, em flagrante, de sete pessoas descarregando cigarros estrangeiros de barcos atracados em um porto clandestino perto do Núcleo de Polícia Marítima da PF em Guaíra.

A PF explicou que a operação recebeu o nome de Integrum por referência à reintegração da área utilizada pela quadrilha como porto e base da organização criminosa. Conforme a PF, a área ocupada ilegalmente pertence à Prefeitura de Guaíra.

Fonte: G1PR