Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Paraná é o terceiro estado no ranking de indenizações do DPVAT para caminhoneiros

25 de julho de 2019 às 09:00
Quando analisados os acidentes de trânsito relacionados ao trabalho, os caminhoneiros despontam como os que mais vão à óbito em atividade. Entre 2007 e 2017, último ano com dados disponíveis, os motoristas de caminhão corresponderam a 15,2% das 2.462 mortes computadas pelo Datasus, uma espécie de banco de dados do Ministério da Saúde.

(Foto: PRF/Divulgação)

Horas em excesso ao volante e longas distâncias percorridas. A profissão de caminhoneiro é uma das mais desgastantes e que envolve grande risco por conta dos acidentes. Apenas no ano passado, o Seguro DPVAT indenizou 1.087 vítimas de ocorrências com caminhões e pick-ups no Paraná. É o terceiro maior número de todo o país, atrás apenas de Minas Gerais (1.944) e São Paulo (1.579). Em todo o Brasil, foram indenizadas 11.996 vítimas de ocorrências desse tipo, sendo que, deste total, mais de 3 mil benefícios foram pagos em casos de morte.
Quando analisados os acidentes de trânsito relacionados ao trabalho, os caminhoneiros despontam como os que mais vão à óbito em atividade. Entre 2007 e 2017, último ano com dados disponíveis, os motoristas de caminhão corresponderam a 15,2% das 2.462 mortes computadas pelo Datasus, uma espécie de banco de dados do Ministério da Saúde.
Já se considerados os dados nacionais do Seguro DPVAT, temos que, em 2018, foram 4.587 indenizações pagas a motoristas de caminhões, sendo 1.656 vítimas fatais e outros 1.928 por terem ficado com algum tipo de invalidez permanente.
Outro dado que chama a atenção é em relação aos acidentes envolvendo vítimas pedestres. Os veículos pesados foram responsáveis por 5.052 pagamentos do Seguro DPVAT a pessoas que se deslocavam a pé. Destes, mais de 1.600 foram por morte e 2.726 receberam o benefício por invalidez permanente. Já os passageiros de caminhões somaram 2.356 indenizações (1.219 por invalidez permanente, 680 por morte e 457 por DAMS).

A cada dez mil veículos, 29 seguros pagos no Estado
Em 2018, o Seguro DPVAT pagou um total de 21.040 indenizações no Paraná, sendo a maior parte (65,2%) referente à indenizações por acidentes envolvendo motociclistas. Os automóveis aparecem na sequência, com 27,4%, seguido por caminhões e pick-ups (5,2%), ônibus, micro-ônibus e vans (1,6%) e ciclomotor (0,6%).
Desse total de indenizações pagas, 2.712 cobriram mortes, 14.808 invalidez permantente, além de outras 3.520 indenizações para o pagamento de despesas de assistência médica e suplementares (DAMS).
Considerando-se que o Paraná tinha em 2018 uma frota de quase 7,3 milhões de veículos, chegamos ao índice de 29 indenizações pagas a cada 10 mil veículos. A boa notícia, porém, é que o número de indenizações pagas caiu no último ano. Em 2017, haviam sido pagas 23.286 indenizações, com o indicador DPVAT apontando o pagamento de 33 indenizações para cada 10 mil veículos.
Hoje, é comemorado o Dia do Motorista no Brasil.

Fonte: Bem Paraná