Dose Certa: Receita Estadual combate a venda irregular de bebidas no Paraná

31 de julho de 2019 às 09:25

A Receita Estadual deflagrou, nesta terça-feira (30 de julho), uma operação integrada de fiscalização no setor de bebidas em todo Paraná. A intenção é coibir a circulação e comercialização de mercadorias sem documentação fiscal ou com documentação fiscal irregular.

A ação, denominada “Dose Certa”, mobiliza 120 auditores fiscais. A operação conta com apoio “total” da Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar/SindiAbrabar) e da Federação das Empresas de Hospedagem, Gastronomia, Entretenimento e Similares do Paraná (Feturismo).

“Estas operações são uma reivindicação antiga da categoria e dos nossos verdadeiros clientes e consumidores que prezam pela saúde pública e a concorrência leal”, ressaltou Fábio Aguayo, presidente da Abrabar/SindiAbrabar e vice-presidente da Feturismo. Os técnicos da Receita Estadual irão realizar trabalhos de fiscalização em aproximadamente 100 empresas e em vários pontos móveis nas rodovias do Paraná.

Conjunta
Em alguns casos haverá também a participação de policiais militares e da Polícia Rodoviária Estadual. “As três delegacias da Receita Estadual que compõem a divisa com a Argentina e Paraguai, programaram operações próximas da fronteira”, informou o secretário estadual de Fazenda, Renê Garcia Junior.

“Também está prevista a fiscalização em depósitos e transportadoras da região”, ressaltou Renê Garcia, informando que os trabalhos irão abranger mais de 50 municípios. De acordo com o secretário, a operação “Dose Certa” surgiu de um plano defendido pelo representantes das entidades de classe.

Panorama
A venda de bebidas tem um importante papel na composição da arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no Estado. A movimentação financeira do segmento representa praticamente 7,5% da arrecadação do Paraná.

Com a operação, a Receita Estadual quer coibir a sonegação neste setor. O alvo da operação é principalmente à venda de bebidas alcoólicas, que tem uma carga tributária maior, evitando assim prejuízos à manutenção e ampliação dos serviços públicos para a sociedade Paranaense.

Foto legenda (fiscalizacao bebidas no pr)
Venda de bebidas alcoólicas responde por 7,5% da arrecadação do ICMS do Paraná
Foto: Arquivo/Google

Prudentópolis
24º
Tempo limpo
Ponta Grossa
23º
Tempo limpo
Guarapuava
21º
Parcialmente nublado
Curitiba
24º
Tempo limpo
Londrina
25º
Tempo limpo
União da Vitória
25º
Tempo nublado
  • É com pesar que a Funerária Anjo Gabriel e o PAF comunicam o Falecimento do SR. João Novakoski aos 81 anos.
  • É com pesar que a Funerária São João e o plano UNIPAZ comunicam o falecimento do Sr. João Grescyczyn. Ocorrido hoje, aos 89 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o plano UNIPAZ comunicam o falecimento da Sra. Leci Fernandes Marins. Ocorrido hoje, aos 62 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o plano UNIPAZ comunicam o falecimento da Sr. Januário Mazur. Ocorrido ontem, aos 48 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e Plano o UNIPAZ, comunicam o falecimento do Jovem Idinei Ribeiro, aos 31 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat comunica o falecimento do Sr Metodio Kuchla aos 68 anos.
  • Vendas do comércio varejista avançam 4% no Paraná no primeiro quadrimestre
  • Agepar promove consulta pública para convênios entre a entidade e municípios
  • O prefeito de Prudentópolis, Osnei Stadler recebeu duas premiações em Brasília
  • Governo propõe criação de fundo para alavancar investimentos em infraestrutura
  • Campo da Secretaria do Esporte abrigará festival de rugby para crianças de escolas municipais
  • Governo envia à Assembleia projeto de lei para rede de atendimento de psicoativos