Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Prefeitura e Sociedade São Vicente de Paulo emitem nota oficial conjunta sobre o asilo

6 de agosto de 2019 às 16:12
A tônica da reunião foi a preservação dos interesses dos idosos prudentopolitanos que residem no asilo, assim como a comoção social manifestada pela comunidade local para manutenção das atividades, da história e do patrimônio do Asilo.

A Prefeitura Municipal de Prudentópolis e a Sociedade São Vicente de Paulo por meio do Conselho Metropolitano de Maringá, reuniram-se na manhã do dia 06 de Agosto de 2019, na sede da Prefeitura Municipal para esclarecer a situação do Asilo São Vicente de Paulo de Prudentópolis.

A tônica da reunião foi a preservação dos interesses dos idosos prudentopolitanos que residem no asilo, assim como a comoção social manifestada pela comunidade local para manutenção das atividades, da história e do patrimônio do Asilo.

O Asilo não encerrará suas atividades, desmentindo-se desta forma, oficialmente as informações deturpadas veiculadas em redes sociais.

A Sociedade São Vicente de Paulo informou que age desinteressadamente visando unicamente o bem social e a promoção do bem estar dos idosos, tendo intervido na diretoria do Asilo, por entender estarem ocorrendo descumprimentos dos preceitos regimentais vicentinos. Ficou acordado entre as partes a formação de uma comissão composta por membros da sociedade local para viabilizar a transição dos interventores para a nova diretoria a ser eleita.

Ficou acordado também o início do processo de desvinculação da Sociedade Vicentina, do Asilo São Vicente de Paulo de Prudentópolis, em virtude da qual a sociedade prudentopolitana reassumirá os destinos do asilo como quando da fundação e de boa parte da historia da entidade.

Tal desvinculação se mostra necessária inclusive pela ausência de vicentinos na comunidade local, o que também inviabiliza a permanência da Sociedade São Vicente de Paulo nesta importante obra social.

Como condição da desvinculação, possivelmente será necessária a alteração do nome do Asilo prudentopolitano, com adoção de um novo patrono. Ademais, preocupada com a continuidade e permanência do importante serviço prestado aos idosos especialmente os mais necessitados, a Sociedade São Vicente de Paulo solicita que sejam averbadas nas matrículas dos imóveis de propriedade do asilo, cláusula impossibilitando a venda dos imóveis e a destinação dos imóveis para outra atividade que não sejam as funções do asilo.

A reunião trouxe importantes avanços para a solução deste grave problema, e a continuidade do diálogo permitirá a construção da solução definitiva para o impasse a qual já se desenha com contornos satisfatórios para todas as partes envolvidas.

Atingidos os fins propostos na reunião realizada nesta data, restarão preservados os interesses da sociedade local, dos idosos residentes e de todas as instituições envolvidas; restando como única beneficiada de todo este processo a sociedade prudentopolitana, que sai fortalecida em razão da união das pessoas e do espirito de diálogo e compreensão.