Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Madero negocia compra do Beto Carrero, diz revista

8 de agosto de 2019 às 16:24
Grupo que pertence ao prudentopolitano Junior Durski estaria disposto à desembolsar a incrível quantia de R$ 1 Bilhão.

Foto: Divulgação

O parque Beto Carrero voltou a ser alvo de especulações sobre uma possível venda. Segundo reportagem publicada na tarde desta quinta-feira no site da revista Exame, a rede Madero, que tem como sócio-fundador, o prudentopolitano Junior Durski e é famosa pelos seus hambúrgueres e com 141 restaurantes no Brasil, estaria negociando a compra do complexo de entretenimento de Penha por R$ 1 bilhão. A operação, ainda conforme a publicação, seria concluída ainda em agosto.

Esta é a segunda vez em um período de três meses que eventuais negociações envolvendo o parque vêm à tona. Em maio, foi o jornal Valor Econômico quem revelou que havia três fundos de investimento interessados no Beto Carrero. Um deles era a Carlyle, que tem histórico de negócios na região – em 2005, junto com a Vinci Partners, adquiriu a Uniasselvi por R$ 1,1 bilhão.

Foi justamente a Carlyle, de acordo com Exame, quem aportou R$ 700 milhões no Madero no início do ano, abocanhando 23% do negócio. O interesse do fundo, agora, decorreria da lucratividade do parque, que vem crescendo mesmo em meio à recessão, e aos altos ganhos operacionais do Beto Carrero, que atingiram R$ 120 milhões em 2019.

Em maio, quando questionado sobre uma possível venda, o Beto Carrero negou a possibilidade, alegando que a “informação é improcedente e sem fundamento” e que “não há previsão de qualquer andamento neste sentido”. Procurado pela coluna desta vez, o parque, via assessoria, repetiu a mesma declaração.

Fonte: NSC Total