Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Coritiba empata com o líder em jogo recheado de polêmicas

23 de agosto de 2019 às 10:36
Com o placar, o Coxa interrompeu a série de três vitórias seguidas, mas chegou a nove partidas sem perder.

Foto: Divulgação/Coritiba

O Coritiba empatou em 1 a 1 com o Bragantino, nessa quinta-feira (dia 22) à noite, em Bragança Paulista, pela 18ª rodada da Série B. Com o resultado, o time paranaense permaneceu na vice-liderança, com 33 pontos. O time paulista lidera com 35 pontos. Clique aqui para ver a classificação no site Srgoool. A última rodada do primeiro turno (a 19ª), na próxima terça-feira, terá o Coxa recebendo o Vitória no Couto Pereira e o Bragantino jogando em Maceió, contra o CRB.

Com o placar, o Coxa interrompeu a série de três vitórias seguidas, mas chegou a nove partidas sem perder.

POLÊMICAS
A partida foi marcada por polêmicas com a arbitragem. O Coritiba teve gol anulado aos 25 minutos do 1º tempo, quando William Matheus cobrou falta lançando para a área. Sabino marcou de cabeça, mas o árbitro viu empurrão na área e anotou falta. A imagem do Sportv mostra um contato físico, mas deixa a impressão que não houve falta. Antes, aos 5 minutos de jogo, Rodrigão caiu na área ao dividir com Ligger e pediu pênalti. A impressão é que não houve falta.

O Bragantino pediu pênalti aos 31 do 2º, em lance com Sabino, que caiu em cima da bola, tocando nela com o braço. O time paulista teve dois jogadores expulsos. O primeiro foi o lateral Edimar, aos 3 minutos do 2º tempo. A imagem da TV não deixa dúvida que o lance era para vermelho. O segundo foi aos 44 do 2º, para o lateral Pio, que já tinha um cartão amarelo e cometeu falta em Giovanni.

DESEMPENHO
Em relação ao desempenho, o Coritiba conseguiu jogar no mesmo nível que o Bragantino, o time mais regular desde o início da Série B. Não foi uma grande atuação, mas a equipe paranaense foi competitiva nos 90 minutos e soube superar as próprias falhas. E também teve competência para aproveitar a expulsão de Edimar para tomar controle total da partida no segundo tempo.

ARTILHEIRO
O centroavante Rodrigão marcou mais um e ampliou sua vantagem como artilheiro isolado da Série B, com 11 gols em 17 jogos. No total da temporada, ele soma 19 gols em 27 partidas.

TÉCNICO
Esse foi o 25º jogo do técnico Umberto Louzer no Coritiba, agora com 13 vitórias, 8 empates e 4 derrotas.

ESCALAÇÃO
O Coritiba não tinha Diogo Mateus, suspenso. Outras baixas eram Patrick Brey e Walisson Maia, lesionados. O técnico Umberto Louzer armou o time no esquema tático 4-2-3-1, com Matheus Sales e Juan Alano como volantes. A linha de três tinha Rafinha (centro), Robson (esquerda) e Thiago Lopes (direita).

O Bragantino não contava com o atacante Ytalo, artilheiro do time na competição, com oito gols. Ele se recupera de lesão.

PRIMEIRO TEMPO
O primeiro tempo teve certo equilíbrio no início e bom futebol das duas equipes. O Coritiba tentou construir com ataque em bloco e passes curtos. O Bragantino manteve seu estilo baseado em posse de bola e jogadas pelas pontas. O time paulista saiu na frente aos 12 minutos. Claudinho inverteu para a ponta direita, onde Tubarão dominou e chutou forte, de fora da área. A bola desviou em William Matheus e entrou quase no canto. Depois do gol, o mandante foi melhor na partida e teve uma boa chance para ampliar.

SEGUNDO TEMPO
No fim do 1º tempo, aos 43, Rafael Lima saiu lesionado. Entrou Romércio. Logo no início do 2º tempo, aos 3 minutos, o lateral Edimar acertou carrinho violento em Thiago Lopes e acabou expulso. O Coxa ficou com um jogador a mais em campo. Aos 10, saiu Thiago Lopes e entrou o meia Giovanni. O time paranaense passou a dominar o jogo e a criar boas jogadas ofensivas. Aos 24, saiu Rafinha e entrou o centroavante Igor Jesus. O empate veio já aos 26, com boa jogada de Robson e finalização de Rodrigão. Aos 44 do 2º, o lateral Pio foi expulso por falta em Giovanni.

ESTATÍSTICAS
Nos 90 minutos, o Coritiba somou 11 finalizações (7 certas), 58% de posse de bola, 83% de acerto nos passes e 2 escanteios. O Bragantino obteve 11 finalizações (2 certas), 42% de posse de bola, 76% de acerto nos passes e 3 escanteios. Os números são do site Sofascore.

BRAGANTINO 1×1 CORITIBA
Bragantino: Júlio César; Pio, Léo Ortiz, Ligger e Edimar; Uillian Correia, Barreto, Tubarão (Rafael Carioca), Wesley (Ricardo Ryller) e Claudinho; Matheus Peixoto (Thiago Ribeiro). Técnico: Antônio Carlos Zago
Coritiba: Alex Muralha; Felipe Mattioni, Rafael Lima (Romércio), Sabino e William Matheus; Matheus Sales e Juan Alano; Thiago Lopes (Giovanni), Rafinha (Igor Jesus) e Robson; Rodrigão. Técnico: Umberto Louzer
Gols: Tubarão (12-1º) e Rodrigão (26-2º)
Expulsão: Edimar (3-2º) e Pio (44-2º)
Cartões amarelos: Sabino, Alano (C). Léo Ortiz, Pio (B).
Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
5 – Rodrigão recebe na área, cai ao dividir com Ligger e pede pênalti.
10 – Falta no meio-campo. Alano lança para a área. Rodrigão cabeceia e o goleiro faz grande defesa.
12 – Gol do Bragantino. Claudinho inverte. Tubarão domina na direita e chuta forte, de fora da área. A bola entra no canto.
15 – Thiago Lopes chuta de fora da área. O goleiro rebate.
25 – Falta. William Matheus lança pra área. Sabino marca o gol, de cabeça. O árbitro vê empurrão na área, marca falta e anula o gol.
40 – Wesley enfia. Matheus Peixoto sai na cara do gol. Muralha sai bem, por baixo, e abafa o chute.
46 – Boa troca de passes do Coritiba. Alano recebe fora da área e chuta rasteiro. O goleiro defende.

Segundo tempo
13 – Rafinha enfia. Giovanni, na área, toca no cantinho. A bola raspa a trave.
17 – Falta. Giovanni lança para área. Rodrigão cabeceia. O goleiro salva com o joelho.
26 – Gol do Coritiba. Robson recebe lançamento, invade a área, finta o zagueiro e rola para Rodrigão, que chuta no cantinho.
29 – Igor Jesus toca para Robson, na área. Ele dribla um e chuta no canto. O goleiro defende.

Fonte: Bem Paraná