Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Coritiba tropeça em casa e fica no empate diante do Vitória

28 de agosto de 2019 às 09:25
Na próxima rodada, o Coritiba enfrenta a Ponte Preta, sábado, o Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Já o Vitória encara o Botafogo-SP, sexta-feira, no Estádio Barradão, em Salvador.

Foto: Divulgação/CFC

O Coritiba não conseguiu segurar o resultado positivo diante do Vitória, no Couto Pereira, e ficou no empate em 1 a 1, tropeçando na caça ao líder da Série B do Campeonato Brasileiro, o Bragantino. Com o resultado, o Coxa segue na vice-liderança, com 34 pontos, quatro atrás dos paulistas. Já o Leão, com 20 pontos, segue fora da zona de rebaixamento, na 15ª colocação.

A equipe alviverde abriu o placar aos 39 minutos do primeiro tempo, com Juan Alano cobrando falta e contando com desvio de Everton Sena para dentro do próprio gol. Depois do intervalo, aos 20 minutos, Lucas Cândido deixou tudo igual.

Na próxima rodada, o Coritiba enfrenta a Ponte Preta, sábado, o Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Já o Vitória encara o Botafogo-SP, sexta-feira, no Estádio Barradão, em Salvador.

O jogo – Empurrado pelo torcedor, que voltou acreditar no time com a boa sequência de resultados, o Alviverde tentava impor seu ritmo. Aos cinco minutos, Wellisson chutou rasteiro, Rodrigão conseguiu ajeitar para Juan Alano que carimbou a trave. Na sobra, Rafinha perdeu sem goleiro. Pegando rebote, aos 11inutos, Wiliam Matheus chutou em cima da marcação.

Falha do sistema defensivo coxa-branca, aos 12 minutos entregando nos pés de Chiquinho, que invadiu a área e bateu cruzado, pela linha de fundo. O Coritiba abusava na arte de perder gols e, aos 23 minutos, Sabino, de frente para o gol, recebeu de Juan Alano e chutou em cima do defensor. Quando a bola balançou a rede, aos 25 minutos, com William Matheus, o árbitro anulou para dar um impedimento bastante contestado pelos atletas.

O Leão também chegava com perigo e, aos 27 minutos, Anselmo Ramon ficou com a bola dentro da área e bateu no canto para defesa de Muralha. No rebote, Caicedo mandou por cima da meta. Aos 35 minutos, Chiquinho arriscou de longe e a bola foi pela linha de fundo após desvio de Romércio. Até que, aos 39 minutos, Juan Alano cobrou falta e Everton Sena desviou para dentro do próprio patrimônio. Aos 43 minutos, Matheus Sales carimbou o travessão.

Para a etapa final, os times voltaram sem mudanças. Aos dois minutos, Giovanni recebeu na entrada da área e soltou o pé pra boa defesa de Ronaldo. Matheus Sales partiu para a jogada individual, aos cinco minutos, e chutou no cantinho para mais uma boa intervenção de Ronaldo. O Vitória marcava forte e os donos da casa não conseguiam criar boas oportunidades.

Com uma bomba, de muito longe, aos 20 minutos, Lucas Cândido, com ajuda de um desvio em Matheus Sales, deixou tudo igual. Aos 24 minutos, Rafinha cruzou e Patrick apareceu para completar e parar em uma saída precisa de Ronaldo. Mais uma bola na trave, desta vez aos 35 minutos, com Nathan, chutando dentro da área. Ansiosos, os jogadores do Coxa erravam muito. Por cobertura, Igor Jesus tentou marcar um belo gol, mas Ronaldo se recuperou para salvar.

CORITIBA 1 X 1 VITÓRIA

Local: Estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 27 de Agosto de 2019, terça-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)
Assistentes: Lorival Candido das Flores (RN) e Vinicius Melo de Lima (RN)
Cartões amarelos: Giovanni, Rafinha, Rodrigão, William Matheus, Wallison Maia e Juan Alano (Coritiba); Wesley, Martin Rodríguez, Everton Sena (Vitória)

Gols
CORITIBA: Everton Sena (contra), aos 39 minutos do primeiro tempo
VITÓRIA: Lucas Cândido, aos 20 minutos do segundo tempo

CORITIBA: Alex Muralha, Diogo Mateus; Romércio, Sabino e William Matheus; Matheus Sales, Juan Alano, Giovanni (Nathan), Wellissol (Patrick) e Rafinha (Igor Jesus); Rodrigão.
Técnico: Umberto Louzer

VITÓRIA: Martín Rodríguez (Ronaldo); Van, Everton Sena, Ramon, Capa; Léo Gomes, Lucas Cândido, Anselmo Ramon e Chiquinho; Wesley (Felipe Garcia) e Caicedo (Eron).
Técnico: Carlos Amadeu

Fonte: Gazeta Esportiva