Prefeito de Imbituva obtém regularidade das contas 2013

12 de setembro de 2019 às 13:40

O Pleno do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) deu provimento ao Recurso de Revista interposto pelo prefeito de Imbituva, Bertoldo Rover (gestões 2013-2016 e 2017-2020), que questionou o Acórdão de Parecer Prévio nº 524/17, emitido pela Primeira Câmara da corte. A decisão havia opinado pela irregularidade das contas de 2013 do prefeito desse município da Região Centro-Sul do estado, com aplicação de multa.

Naquela ocasião, o órgão colegiado do TCE-PR havia apontado um déficit financeiro dos recursos de fontes livres. Em sua defesa, Rover alegou que o saldo negativo nas contas ocorreu em razão do acúmulo despesas que não foram pagas pela gestão anterior. Ele justificou que a análise isolada do exercício de 2013 do município indica um superávit financeiro de R$ 145.491,13.

O Ministério Público de Contas (MPC-PR) opinou pelo provimento do recurso. Em sua manifestação, o órgão ministerial argumentou que o recorrente herdou uma situação de descontrole nos gastos do município e houve a evolução dos resultados financeiros nos exercícios seguintes.

O relator do processo, conselheiro Artagão de Mattos Leão, concordou com a manifestação do MPC-PR. Ele votou pelo provimento do recurso, para emissão de Parecer Prévio pela regularidade com ressalvas, com o afastamento da multa aplicada ao prefeito anteriormente. Em seu voto, Artagão frisou não ser razoável penalizar o atual gestor pelos resultados negativos das administrações anteriores.

Os demais membros do Tribunal Pleno do TCE-PR acompanharam o voto do relator, por unanimidade, na sessão do dia 7 de agosto. A nova decisão está contida no Acórdão de Parecer Prévio nº 183/19 – Tribunal Pleno, veiculado em 27 de agosto na edição nº 2.130 do Diário Eletrônico do TCE-PR (DETC).

Após o trânsito em julgado do processo, o Parecer Prévio do TCE-PR será encaminhado à Câmara Municipal de Imbituva. A legislação determina que cabe aos vereadores o julgamento das contas do chefe do Poder Executivo municipal. Para desconsiderar a decisão do Tribunal expressa no parecer prévio, são necessários dois terços dos votos dos parlamentares.

 

Prudentópolis
23º
Tempo limpo
Ponta Grossa
23º
Tempo limpo
Guarapuava
22º
Tempo limpo
Curitiba
24º
Tempo limpo
Londrina
23º
Tempo limpo
União da Vitória
24º
Tempo nublado
  • É com pesar que a Funerária Anjo Gabriel e o PAF comunicam o Falecimento do SR. João Novakoski aos 81 anos.
  • É com pesar que a Funerária São João e o plano UNIPAZ comunicam o falecimento do Sr. João Grescyczyn. Ocorrido hoje, aos 89 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o plano UNIPAZ comunicam o falecimento da Sra. Leci Fernandes Marins. Ocorrido hoje, aos 62 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o plano UNIPAZ comunicam o falecimento da Sr. Januário Mazur. Ocorrido ontem, aos 48 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e Plano o UNIPAZ, comunicam o falecimento do Jovem Idinei Ribeiro, aos 31 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat comunica o falecimento do Sr Metodio Kuchla aos 68 anos.
  • Vendas do comércio varejista avançam 4% no Paraná no primeiro quadrimestre
  • Agepar promove consulta pública para convênios entre a entidade e municípios
  • O prefeito de Prudentópolis, Osnei Stadler recebeu duas premiações em Brasília
  • Governo propõe criação de fundo para alavancar investimentos em infraestrutura
  • Campo da Secretaria do Esporte abrigará festival de rugby para crianças de escolas municipais
  • Governo envia à Assembleia projeto de lei para rede de atendimento de psicoativos