Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Promotoria de Justiça de Ponta Grossa oferece denúncia contra dentista que tentou induzir pacientes a fazer tratamento de doença inexistente

27 de setembro de 2019 às 09:20
O dentista afirmava aos pacientes, erroneamente, que o tratamento para essa doença se daria com o uso de uma técnica inovadora, aprendida por ele nos Estados Unidos, à base de laser e oxigênio – o que foi desmentido pelo Conselho Regional de Odontologia.

Imagem Ilustrativa.

O Ministério Público do Paraná, por meio da 6ª Promotoria de Justiça de Ponta Grossa, nos Campos Gerais, ofereceu denúncia criminal, já recebida pela Justiça, contra um dentista que tentou ludibriar cinco pacientes para que fizessem com ele o tratamento de uma doença inexistente. De acordo com a ação penal, o profissional informava às vítimas que elas tinham uma bactéria agressiva na boca, que necessitava ser combatida imediatamente, pois poderia evoluir e até causar câncer. Para tratar o suposto mal, ele apresentou orçamentos entre R$ 17 mil e R$ 37 mil.

O dentista afirmava aos pacientes, erroneamente, que o tratamento para essa doença se daria com o uso de uma técnica inovadora, aprendida por ele nos Estados Unidos, à base de laser e oxigênio – o que foi desmentido pelo Conselho Regional de Odontologia. Nenhuma das pessoas chegou a fazer o tratamento, pois procuraram uma segunda opinião profissional, que descartou a existência de tal bactéria.

Fonte: MPPR