Paraná não tem mais data-limite para plantio de soja safrinha

6 de novembro de 2019 às 16:30

Uma portaria da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (ADAPAR), publicada ontem (06 de novembro), acaba com a data-limite para o plantio da soja safrinha no Paraná. Agora, os agricultores podem realizar o plantio de soja em janeiro e colher a plantação até dia 15 de maio do ano agrícola, prazo final estabelecido pela portaria para colheita ou interrupção do ciclo da cultura da soja no Estado.

A deputada federal Leandre Dal Ponte (PV-PR), que levou a solicitação dos produtores da região Sudoeste à Secretaria de Agricultura do Paraná e ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), comemorou a conquista.

“Depois de muita luta em conjunto com o Sindicato Rural de Pato Branco, na SEAB e no MAPA, conseguimos a publicação da portaria permitindo o plantio de soja até os últimos dias de janeiro. Foi sofrido, mas valeu a pena. Por que essa liberação representa muito na economia do Sudoeste”, afirmou Leandre.

Antes da mudança, os agricultores paranaenses tinham o dia 31 de dezembro como data-limite para o plantio de soja no Estado, o que impedia dois cultivos de soja ao ano. A portaria da ADAPAR traz apenas uma restrição: está proibida a semeadura e cultivo de soja em sucessão à soja. Ou seja: só é permitido o plantio da soja safrinha se antes na lavoura fora cultivado outro tipo de cultura, como o milho ou o feijão por exemplo.

Reunião no Sindicato

Na eminência da publicação da portaria, a deputada Leandre esteve no Sindicato Rural de Pato Branco, na semana passada. Participaram da reunião, diretores e o presidente do sindicato, Oraldi Caldato.

“Precisamos destacar a participação da deputada, quando ela nos abriu a agenda o secretário Nacional de Política Agrícola do MAPA, Eduardo Sampaio Marques. Ele nos ouviu com muita atenção. E nós voltamos de Brasília com a chama acesa, com as esperanças renovadas. Aquela oportunidade culmina hoje com esta grande vitória para nós”, disse o presidente do Sindicato Rural de Pato Branco.

Na época, também participaram da reunião do MAPA em Brasília Eucir Brocco, presidente da Sociedade Rural de Pato Branco, Derli Dossa (SEAB), Nelson de Bortoli, presidente da CAMISC, e Clemente Renosto, presidente do SICREDI Parque das Araucárias.

Vazio Sanitário

A portaria estabelece ainda que o vazio sanitário vegetal para soja no território paranaense vá do dia 10 de junho ao dia 10 de setembro de cada ano. O Vazio sanitário é o período no qual é proibido o cultivo ou manutenção de plantas vivas de soja em qualquer estágio. Desta maneira, os produtores precisam eliminar as plantas vivas de soja, as chamadas “plantas guaxas”, até o dia 09 de junho.

Rafael H. Barzotto

Assessoria de Imprensa Deputada Leandre (PV-PR)

E-mail: [email protected]

Fones (41) 2112-3747 – (41) 9 9143 1986

 

Prudentópolis
21º
Tempo limpo
Ponta Grossa
21º
Tempo limpo
Guarapuava
21º
Tempo limpo
Curitiba
21º
Tempo limpo
Londrina
25º
Tempo limpo
União da Vitória
20º
Tempo limpo
  • É com pesar que a Funerária São João e o plano UNIPAZ comunicam o falecimento do Sr. João Grescyczyn. Ocorrido hoje, aos 89 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o plano UNIPAZ comunicam o falecimento da Sra. Leci Fernandes Marins. Ocorrido hoje, aos 62 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o plano UNIPAZ comunicam o falecimento da Sr. Januário Mazur. Ocorrido ontem, aos 48 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e Plano o UNIPAZ, comunicam o falecimento do Jovem Idinei Ribeiro, aos 31 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat comunica o falecimento do Sr Metodio Kuchla aos 68 anos.
  • É com pesar que a Funerária São João comunica o falecimento da Sra. Eugenia Senkiu aos 59 anos.
  • Paraná Trifásico entrega 13,7 km de novas redes por dia e já beneficia 366 municípios
  • IPVA 2024: mais de 75% do valor lançado foi pago pelos contribuintes
  • Com apoio do Estado, Unicentro inaugura novas instalações em Guarapuava
  • Selecionados pelo Talento Tech comemoram poder aprender tecnologia nas próprias cidades
  • Com revitalização da orla de Matinhos, IAT oferece curso de construção civil
  • Governador lança projeto para estimular formação tecnológica de 3 mil alunos em 50 cidades