Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Pesquisa aponta que se eleição para prefeito fosse hoje haveria segundo turno em Curitiba entre Rafael Greca e Ney Leprevost

11 de novembro de 2019 às 18:12
Forte rejeição a Greca – Um importante destaque no levantamento são os índices de rejeição aos pré-candidatos à Prefeitura de Curitiba (ou seja, em quem os curitibanos não votariam de jeito nenhum) – o que pode ser um fator decisivo em uma eleição.  O atual prefeito Rafael Greca tem uma impressionante rejeição de 20%. 

A próxima eleição para a Prefeitura de Curitiba é só em outubro de 2020, mas se fosse hoje haveria segundo turno entre o atual prefeito Rafael Greca e o deputado federal e secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost. É o que mostra pesquisa feita pelo Instituto IRG entre os dias 1º e 7 de novembro com 1.200 moradores da capital maiores de 16 anos.

Foram quatro cenários na pesquisa estimulada. E os quatro apontam para segundo turno entre os dois pré-candidatos.

No primeiro cenário, com o atual prefeito, Ney Leprevost, Gustavo Fruet, Delegado Francischini, Luciano Ducci, Christiane Yared, João Arruda, Tadeu Veneri, Luizão Goulart, Maria Victoria e Eduardo Pimentel; Greca e Ney passariam ao segundo turno com 22% e 14,8% dos votos, respectivamente.

No segundo cenário (Greca, Leprevost Fransichini, Veneri, Arruda e Cida Borghetti); Greca e Ney iriam para o 2º turno, com 28% e 18% dos votos.

A terceira estimulada coloca como candidatos Greca, Leprevost Francischini, Veneri, Arruda e Goura. Nesse cenário; Greca teria 31% e Leprevost 20%.

A quarta e última opção oferecida aos entrevistados coloca entre os candidatos apenas Greca, Leprevost, Veneri, Arruda e Goura. Aqui, Rafael Greca tem 34,9% dos votos. Com 22,5%, Ney Leprevost ficaria bem a frente dos demais concorrentes e novamente se credenciaria ao segundo turno.

Forte rejeição a Greca – Um importante destaque no levantamento são os índices de rejeição aos pré-candidatos à Prefeitura de Curitiba (ou seja, em quem os curitibanos não votariam de jeito nenhum) – o que pode ser um fator decisivo em uma eleição.  O atual prefeito Rafael Greca tem uma impressionante rejeição de 20%.

Em segundo lugar na lista está Fruet, com rejeição de 13,7%; seguido por Francischini (11,7%); Veneri (8,6%); Ducci (8,2%); Maria Victória (7,8%), João Arruda (4,9%) e Ney Leprevost (3,7%).

Governo do Paraná é aprovado – A pesquisa também levantou os índices do governo Ratinho Junior na capital do estado: 75% dos curitibanos aprovam a atual gestão estadual.

Metodologia – A pesquisa está registrada no Conselho Regional de Estatística da 3ª Região. A mostra atingiu todos os bairros da capital e tem grau de confiança de 95%, com margem de erro estimada em 3%.