Estudante de Rebouças é uma das campeãs da Olimpíada da Língua Portuguesa

21 de dezembro de 2019 às 16:41

A estudante Fernanda de Souza Fagundes, do Colégio Estadual do Campo de Faxinal dos Francos, em Rebouças, no Centro-Sul do Estado, foi uma das quatro campeãs da categoria “Artigo de Opinião” na 6ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa. Participaram da competição milhares de estudantes de todo país e os vencedores foram anunciados em São Paulo (SP) na primeira quinzena de dezembro.

Fernanda, que tem 17 anos e acabou de se formar no Ensino Médio, diz que foi incentivada a participar da Olimpíada pela professora Maria Silmara Saqueto Hilgemberg, que a orientou no projeto e sugeriu que os alunos escrevessem sobre temas polêmicos. A jovem diz que depois de muitas pesquisas, chegou à ideia central que originou seu texto, “O pão nosso de cada dia pode estar envenenado”, que é sobre os riscos do uso excessivo de agrotóxicos em plantações.

“Deu bastante trabalho chegar ao artigo que foi o vencedor. Ganhar foi uma experiência inesquecível. Estar na final já era uma vitória, mas eu não esperava ser campeã. Quando anunciaram meu nome, chorei muito”, conta Fernanda. “Fiquei muito honrada de poder representar a minha cidade, a minha escola, que é uma escola do campo, e o Paraná”.

A professora Maria Silmara destaca a competição enquanto oportunidade para trabalhar o protagonismo nos jovens brasileiros. “A Olimpíada de Língua Portuguesa me faz acreditar na escola pública e no protagonismo juvenil, que pode alavancar mudanças na sociedade. Há quem possa me considerar utópica, mas quando entro em sala de aula, realmente acredito estar escrevendo o futuro”, afirma.

PARANAENSES FINALISTAS – Além de Fernanda, outros quatro estudantes do Paraná foram finalistas da edição de 2019 da Olimpíada. Estudantes do Colégio Estadual Dom Pedro I, em Pitanga, Kaike Ruan Machado do Carmo e Bruna Cristina Moretto chegaram à final nas categorias “Crônica” e “Memórias Literárias”, respectivamente.

Já Emeli Vichinieski Wieczorkoski, do Colégio Estadual do Campo de Faxinal dos Marmeleiros, também em Rebouças, foi finalista no quesito “Crônica”. Estudante da mesma escola, Héwilli Gonçalves Ferraz foi finalista na categoria “Memórias Literárias”.

OLIMPÍADA DE LÍNGUA PORTUGUESA – O concurso é promovido pelo Itaú Social e pelo Ministério da Educação, com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec) e parceria da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), da Fundação Roberto Marinho e do Canal Futura.

 

Prudentópolis
18º
Parcialmente nublado
Ponta Grossa
18º
Chuva
Guarapuava
17º
Tempo nublado
Curitiba
20º
Tempo nublado
Londrina
25º
Tempo limpo
União da Vitória
18º
Tempo nublado
  • É com pesar que a Funerária São Lucas comunica o falecimento do Irmão Leonidas Antônio Voidelo
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel  comunica o falecimento da Sra Tolentina Gonçalves de Araújo aos 79 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel  comunica o falecimento do Sr Elias Ernani Parhuts aos 66 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sr. Nilton Boraiko Vieira. Ocorrido aos 44 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat comunica o falecimento do Sr João Silva de Oliveira aos 74 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel comunica o falecimento do Sr Abel Zaias aos 70 anos de idade.
  • Genoma SUS recruta bolsistas nas áreas de ciência de dados e bioinformática
  • Economia Verde do Paraná alcança R$ 140 bilhões e já representa 32,9% do PIB
  • Em ação do MPPR em Castro, Judiciário determina que concessionária isente de pedágio pessoas em tratamento de saúde
  • Prefeitura de Guamiranga realiza cascalhamento em estradas rurais, beneficiando desta vez a comunidade de Àgua branca.
  • Fazenda e Receita alertam para envio de guias falsas de IPVA por e-mails e SMS
  • 12,8 mil estudantes de graduação da UEL devem realizar a renovação de matrículas para 2024