Prudentópolis será beneficiado com um novo Cras

22 de janeiro de 2020 às 10:00

A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) vai construir oito novos Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e três Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) em 2020, como parte do contrato firmado com o com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para execução do programa Gente Nossa Paraná.

Serão beneficiados com unidades do Cras os municípios de Amaporã, Campina do Simão, Ibaiti, Itaperuçu, Mato Rico, Prudentópolis, Ribeirão do Pinhal e Tamboara e, com Creas, os municípios de Ortigueira, Pontal do Paraná e Reserva.

“O Gente Nossa Paraná é um programa que visa o protagonismo, proteção e emancipação  das  famílias  que  vivem  em  situação  de  maior  vulnerabilidade  social  em  todo  o  Estado”, explica o secretário Ney Leprevost, salientando a importância do trabalho prestado nos Creas e Cras, que são os locais onde as pessoas com vulnerabilidade social são atendidas nos municípios.

 

Para Leprevost, o Estado faz repasses contínuos para a assistência social e também está construindo mais estruturas em diversas cidades. “São espaços fundamentais, porque trabalham na ponta com as pessoas mais pobres”, disse.

O Programa Gente Nossa Paraná é prioridade do governo Ratinho Junior como ferramenta na erradicação da extrema pobreza, onde todos saem ganhando: a família que passa a ter melhores condições de vida; o município no fortalecimento da gestão dinamizando a oferta de serviços; e o Estado na melhoria dos indicadores sociais.

*O que são* – A Política Nacional de Assistência Social (PNAS) tem a centralidade na família como foco para o trabalho social a ser desenvolvido pelos serviços da rede socioassistencial.

Assim, os Cras e Cras são espaços que visam o empoderamento das famílias e de seus membros para o enfrentamento das situações de vulnerabilidade e risco social, contribuindo para a construção e reconstrução das relações familiares e comunitárias.

Conforme dispõe a Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais, o Cras, equipamento da Proteção Social Básica, visa a prevenção da ocorrência de situações de vulnerabilidade social e risco nos territórios.

Já o Creas, equipamento da Proteção Social Especial de Média Complexidade, visa o trabalho social com as famílias e indivíduos em situação de risco pessoal e social por violação de direitos.

Ou seja, enquanto o Cras previne situações de vulnerabilidade social e risco, o Creas “trata” das consequências ocasionadas pela  vulnerabilidade e risco social.

 

Prudentópolis
11º
Tempo limpo
Ponta Grossa
11º
Tempo limpo
Guarapuava
11º
Parcialmente nublado
Curitiba
13º
Parcialmente nublado
Londrina
17º
Tempo limpo
União da Vitória
11º
Parcialmente nublado
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel comunica o falecimento do Sr Antonio Valdivino Ribeiro dos Santos
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  comunica o falecimento da Sra Nadia Martinhuk  Gelinski aos 81 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Olga Prenechuki Rodovanaki
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Amélia Andre Suchodolak.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Nair Alves De Oliveira Parolin.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  comunica o falecimento do Sr Jose Olovati aos 78 anos.
  • Pavimentação de estradas rurais: convênios firmados no 1º semestre somam R$ 125 milhões
  • Governo Federal adia teste de alerta de desastres climáticos em Morretes e União da Vitória
  • Educação divulga resultado preliminar de classificados para o Ganhando o Mundo Diretor
  • Nova espécie de abelha é descoberta por professora da Unicentro
  • Concessionária apresenta agenda de obras rodoviárias para comunidade portuária
  • Cristina Silvestri pede ação do Estado para garantir direitos dos proprietários de terra em Guaíra