Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Marido embriagado acusa a esposa de ter levado o coronavírus para dentro de casa

20 de março de 2020 às 08:35
Diante dos fatos a equipe deu voz de prisão ao mesmo, o qual resistiu com empurrões, onde foi usado técnicas de defesa pessoal para imobiliza-lo, para resguardar a integridade física do envolvido e da equipe, o qual estava bastante alterado, foi feito uso de algemas.

A equipe em patrulhamento avistou um veiculo Gm Agile de cor branca com os faróis apagados passar em frente ao Dpm de Fernandes Pinheiro, de imediato equipe deslocou, na tentativa de abordar o referido veiculo, logo em frente ao numeral 327 da Av Ivo Leão, a equipe encontrou o Agile estacionado, de frente com um outro veiculo um Gm Cruze de cor prata, o qual o condutor , encontrava-se dentro do veiculo, logo uma pessoa do sexo feminino, abordou a equipe relatando que quem esta dentro do cruze é seu marido, que são moradores de Irati, e que hoje por volta das 00:28 minutos seu marido chegou em casa com sintomas de embriaguez,  e sem motivo aparente começou a lhe acusar de ter levado o coronavírus para dentro de casa, que ela não iria ficar dentro de casa,  acordando sua filha de 09 anos, abriu toda a casa, batia as portas e janelas, assustando sua filha.

Indagada se houve agressão, disse que não, que seu marido faz uso de bebidas alcoólicas diariamente, e que já houve o registro de um boletim de ocorrência contra  o mesmo.   Diante dos fatos ela apavorada saiu de casa com sua filha, vindo em direção a Fernandes Pinheiro onde mora sua mãe, a qual foi seguida por seu marido, que a todo momento tentava causar um acidente, jogando seu carro em direção ao carro dela na tentativa de colidir os veículos.

A equipe abordou o autor que de imediato não acatou a ordem da equipe, não colocou a mão a cabeça nem tampouco ficou de costas,  permanecendo inquieto,  em seguida novamente foi dado voz de abordagem ao mesmo o qual não acatou.

Diante dos fatos a equipe deu voz de prisão ao mesmo, o qual resistiu com empurrões, onde foi usado técnicas de defesa pessoal para imobiliza-lo, para resguardar a integridade física do envolvido e da equipe, o qual estava bastante alterado, foi feito uso de algemas.

Do fato ocasionou escoriações na mão direita e punho de um dos policiais, conforme laudo de lesões corporais.

As partes foram encaminhadas para a delegacia de policia civil de Teixeira Soares, para procedimentos de policia judiciaria.