Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Em Irati, PL que proíbe fogos de artifício com barulho é aprovado em 1ª Votação

23 de março de 2020 às 10:52
O Projeto de Lei nº 002/2020 que dispõe sobre a proibição do manuseio, utilização, queima e soltura de fogos de estampido foi aprovado com Emenda Modificativa, a qual amplia a vedação para todo o território municipal

Na Sessão Ordinária do dia 17 de março foram lidos no Expediente ofícios de respostas do Executivo e quatro indicação dos vereadores. Na Ordem do Dia, 12 projetos foram aprovados por unanimidade de votos. A palavra-livre foi utilizada por quatro vereadores, que entre outros assuntos, reforçaram as recomendações preventivas para o controle e enfrentamento do coronavírus.

O Projeto de Lei nº 002/2020 (Rogério Luís Kuhn e Roni Surek), que dispõe sobre a proibição do manuseio, utilização, queima e soltura de fogos de estampido e de artifício e artefatos pirotécnicos de alto impacto ou com efeito sonoro ruidoso no perímetro urbano do Município foi aprovado com Emenda Modificativa, a qual adequa o projeto aos anseios da população, ampliando a vedação para todo o território municipal e não somente no quadro urbano, como estava previsto na redação original.

Conforme um dos autores, Rogério Luís Kuhn, esta emenda atende ao clamor da área rural. “A princípio tínhamos feito um projeto abrangendo apenas a área urbana e deixando livre por respeito e pela tradição a área rural. Mas, logo que foi lido no expediente, pessoas começaram a se manifestar perguntando porque o interior estava de fora. Nos reunimos novamente e decidimos emendar o projeto, adequando o mesmo para todo o município de Irati. Esta é uma matéria atual e está dentro das recomendações, pois o ato de poluição sonora prejudica as pessoas”. Da mesma forma Roni Surek lamentou os prejuízos que os fogos com estampidos causam à população e os animais.  “Quem anda em cima de um cavalo, de uma mula sabe o que isso significa”, disse. Aproveitando a oportunidade, chamou a atenção também para as motos barulhentas. “É algo que precisamos discutir também nesta casa”.