Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Mulheres que trabalham na malharia em Prudentópolis fazem apelo para que as atividades sejam suspensas.

23 de março de 2020 às 13:59
Nós, mulheres da Marcha Mundial das Mulheres/Núcleo Prudentópolis, viemos a público manifestar nossa PREOCUPAÇÃO com as mulheres trabalhadoras da malharia "Indústria Prudentópolis LTDA EPP", instalada em nosso município.

NOTA PÚBLICA DA MARCHA MUNDIAL DAS MULHERES/NÚCLEO PRUDENTÓPOLIS
De acordo com os últimos dados disponibilizados na data de hoje (22/03) pelo Ministério da Saúde, o Brasil já registra 1546 casos e 25 mortes por COVID 19.

Em recente declaração, o ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta afirmou que o sistema de saúde do país deve enfrentar um colapso em abril e que a situação deve perdurar até, pelo menos, o mês de junho.

Considerando que os primeiros sintomas da doença começam a se manifestar alguns dias após a contaminação, é nesta semana que deve ocorrer uma onda de transmissão do vírus.

As autoridades têm tomado medidas para prevenir a contaminação, sendo a decretação do isolamento social a principal delas.

Nós, mulheres da Marcha Mundial das Mulheres/Núcleo Prudentópolis, viemos a público manifestar nossa PREOCUPAÇÃO com as mulheres trabalhadoras da malharia “Indústria Prudentópolis LTDA EPP”, instalada em nosso município.

O decreto n 150/2020, editado pelo prefeito municipal, prevê uma série de medidas restritivas no que se refere à aglomeração de pessoas em um único ambiente estabelecendo, por exemplo, a quantidade máxima de 10 pessoas presentes em velórios.

No que diz respeito à malharia, está autorizado o seu funcionamento desde que em turnos que não ultrapassem 50 pessoas e respeitados alguns itens de proteção.

Entendemos que é um momento delicado, onde a vida das pessoas deve ser preservada em primeiro lugar.

Ainda que seja turno de 50 mulheres, a maioria delas são mães. Se alguma tiver contraído o vírus, quantas famílias, quantas crianças prudentopolitanas poderão ser contaminadas?

A atividade aí desenvolvida é importante para a sociedade, mas não é essencial e a empresa pode recuperar a produção posteriormente.

Por isso, fazemos um apelo à direção da empresa e às autoridades municipais competentes para que sigam exemplos sensatos de outros lugares- e há muitos- e suspendam temporariamente as atividades da malharia “Indústria Prudentópolis LTDA EPP” neste momento crítico, em que a VIDA deve ser prioridade.