Em Rio Azul Policia Ambiental aplica multa de 110 mil.

26 de maio de 2020 às 13:30

Em atendimento a denúncia, policiais ambientais constataram em uma propriedade no município de Rio Azul, a abertura de 5.650 metros de valetas em área úmida, impedindo a regeneração natural da vegetação nativa em 19,42 hectares, além da destruição de vegetação nativa em 0,92 hectares.

A área foi embargada e é proibida a sua utilização até o seu desembargo.

A conduta delituosa rendeu aos infratores, multa ambiental no valor de R$ 110.500,00 e a Polícia Civil comunicada sobre o crime para instaurar Inquérito Policial.

A Polícia Ambiental informa que todas as denúncias sobre crimes ambientais devem ser feitas através do telefone 181.

 

Prudentópolis
17º
Tempo limpo
Ponta Grossa
16º
Tempo limpo
Guarapuava
16º
Tempo limpo
Curitiba
18º
Tempo limpo
Londrina
18º
Tempo limpo
União da Vitória
17º
Tempo limpo
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel comunica o falecimento do Sr Antonio Valdivino Ribeiro dos Santos
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  comunica o falecimento da Sra Nadia Martinhuk  Gelinski aos 81 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Olga Prenechuki Rodovanaki
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Amélia Andre Suchodolak.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Nair Alves De Oliveira Parolin.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  comunica o falecimento do Sr Jose Olovati aos 78 anos.
  • Pavimentação de estradas rurais: convênios firmados no 1º semestre somam R$ 125 milhões
  • Governo Federal adia teste de alerta de desastres climáticos em Morretes e União da Vitória
  • Educação divulga resultado preliminar de classificados para o Ganhando o Mundo Diretor
  • Nova espécie de abelha é descoberta por professora da Unicentro
  • Concessionária apresenta agenda de obras rodoviárias para comunidade portuária
  • Cristina Silvestri pede ação do Estado para garantir direitos dos proprietários de terra em Guaíra