Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Antoninho Zanlorensi é homenageado com nome de Estrada Rural na comunidade do Pinho de Baixo

19 de junho de 2020 às 13:50
A denominação faz justa e merecida homenagem ao gaiteiro Antoninho Zanlorensi (in memoriam), pessoa de inúmeras qualidades que fez história em Irati, em especial na comunidade do Pinho de Baixo

Uma noite de homenagem à família Zanlorensi. Os vereadores aprovaram na Sessão do dia 16 de junho o Projeto de Lei nº 010/2020, que denomina a via pública rural do Pinho de Baixo de “Estrada Municipal Antoninho Zanlorensi”. De autoria do vereador Roni Surek, a homenagem foi muito enaltecida e aprovada por unanimidade de votos.

Antoninho Zanlorensi nasceu no dia 3 de fevereiro de 1942 no Pinho de Baixo. Casou-se com Carmem Zanlorensi com quem teve oito filhos. Além de agricultor, foi empresário no ramo de cereais, herdeiro na fabricação de vinhos, coordenador dos assuntos econômicos da Capela São Sebastião, Presidente da Escola Rural Municipal Rosa Zarpellon e responsável por inúmeras benfeitorias para o crescimento da comunidade, em especial a luta para a construção da torre de telefonia fixa e a construção e melhoria da infraestrutura do pavilhão da Capela São Sebastião.

Era gaiteiro e incentivador da música, sempre alegre, sua alegria contagiava a todos mesmo nos momentos mais difíceis.

Antoninho faleceu no dia 3 de março deste ano, mas de acordo com familiares e amigos, seus ensinamentos ficarão para sempre na memória de quem o conheceu.

Segundo o autor da homenagem Roni, Antoninho foi sinônimo de fé inabalável, carregava no peito um pingente do Divino Pai Eterno e uma medalha de Nossa Senhora das Graças.

“Tinha um coração enorme e muita humildade. O amor que sentia pelos netos transparecia pelo olhar carinhoso e afetivo daquele ‘nono brincalhão’.

Foi exemplo de esposo, pai, sogro, nono, bisnono e amigo. Um homem querido por todos, receptivo e prestativo, sempre pronto para ajudar. O céu deve estar em festa com sua alegria contagiante, ainda mais se lá, tiver uma gaita”, relatou Surek emocionado.

O 1º Secretário José Bodnar contou que conheceu Antoninho no ano de 2005, quando assumiu como Secretário de Viação e Serviços Rurais no mandato do ex-prefeito Sergio Stoklos. “Naquela época tínhamos dificuldades com cascalho e o Antoninho sempre muito prestativo nos ajudou e foi possível cascalhar boa parte das comunidades”, relembrou. Nivaldo Bartoski enalteceu dizendo: “um homem simples e humilde que com suas mãos calejadas fez história”.

Rogério Luís Kuhn lembrou de momentos de seus familiares junto do saudoso Antoninho, registrando a sua admiração pela família Zanlorensi”. Helio de Mello destacou a importância da homenagem à essa família tradicional em Irati e no Pinho de Baixo.

“Além de todas as lutas marcadas por Antoninho, ele também foi candidato a vereador no ano 2000 e seus votos me ajudaram a estar de vereador na época”. Mello recitou a frase: “O som da sanfona, sinto saudades, suspiro também, mandei recado, mas não vem, chorei e choro nesta viola, só ela mesmo que me consola, Antoninho adeus, adeus, coração mimoso, delicadeza, rosto formoso”.

O Presidente Nei Cabral reafirmou a importância da homenagem. “Antoninho infelizmente nos deixou prematuramente, mas ouvindo a leitura da sua biografia ficamos emocionados e orgulhosos pelo bom homem, pai, trabalhador, avô e amigo que foi.

Uma pessoa que escreveu sua história e muito contribuiu com Irati. Em nome da Câmara registro a palavra gratidão ao homenageado e aos seus familiares”, agradeceu.

O projeto de lei aprovado por unanimidade de votos pelos vereadores segue agora para sanção do prefeito.