Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Ex: vereador de Ivaí Kiko Lobacz será julgado a partir de segunda-feira pelo assassinato do empresário Everaldo Manfron.

24 de julho de 2020 às 15:44
Dezessete testemunhas devem ser ouvidas antes do interrogatório do acusado para que só então a juíza responsável pelo caso decida se o ex-vereador será submetido ao Tribunal do Júri.

Seis meses após a morte do empresário Everaldo Manfron, ocorrida em janeiro deste ano, começa nesta segunda-feira (27) o julgamento do ex-vereador de Ivaí (região dos Campos Gerais) Luisir Lobacz, conhecido como Kiko.

Ele foi flagrado por câmeras de segurança invadindo o supermercado da vítima e o atingindo com vários golpes de facão na manhã de 25 de janeiro.

A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu pouco tempo depois.

O Ministério Público do Paraná (MPPR) ofereceu denúncia criminal contra o ex-vereador por homicídio duplamente qualificado e receptação.

Consta na denúncia que Lobacz teria passado a noite bebendo e, por volta das 6h30, foi até a casa da vítima e passou a provocá-la chamando para brigar.

Manfron não respondeu e o ex-vereador foi embora ameaçando voltar depois. Quando o mercado estava aberto, Kiko entrou armado e atingiu pelo menos 13 facadas no empresário.

As investigações apontaram que o crime teria sido motivado por uma dívida que Lobacz teria com Manfron, mas essa versão já foi contestada pelo advogado Fernando Madureira, que defende o acusado.

Dezessete testemunhas devem ser ouvidas antes do interrogatório do acusado para que só então a juíza responsável pelo caso decida se o ex-vereador será submetido ao Tribunal do Júri.

Fonte A Rede.