Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Com dois golaços, Athletico vence o Coritiba de virada e conquista o Paranaense de 2020.

6 de agosto de 2020 às 08:40
Empolgado com o título, o Athletico tem pouco tempo de comemoração e já estreia no Brasileirão no sábado, às 19h, contra o Fortaleza, na Arena Castelão.

O Athletico é o grande campeão do Campeonato Paranaense de 2020. Depois de vencer o jogo da ida por 1 a 0, o Rubro-Negro derrotou o Coritiba em pleno estádio Couto Pereira por 2 a 1 e levantou o troféu pela terceira vez consecutiva. Sabino colocou o Coxa na frente do final do primeiro tempo, mas Khellven e Nikão, com dois golaços, viraram a partida já na reta final.

Empolgado com o título, o Athletico tem pouco tempo de comemoração e já estreia no Brasileirão no sábado, às 19h, contra o Fortaleza, na Arena Castelão.

Já o Coritiba também foca na Série A e enfrenta o Internacional, novamente no Couto Pereira, também no sábado, às 19h30.

O início da partida no Couto Pereira, lembrou muito como foi parte do primeiro jogo da final na Arena da Baixada. Jogo estudado, com poucas oportunidades e muito pegado.

Muitas faltas e em uma delas, o atacante Rafinha se envolveu em uma dividida com Abner Vinícius e levou a pior. O camisa 7 do Verdão deixou a partida com uma suspeita de fratura na perna.

Aos poucos, as equipes começaram a tentar criar chances de gol. Em jogada individual, Carlos Eduardo recebeu na esquerda, bateu no canto e Muralha fez a defesa.

A resposta alviverde aconteceu instantes depois, Sabino fez um belo lançamento pra Igor Jesus, o camisa 19 bateu forte e o goleiro Santos fez bela defesa.

Já nos acréscimos do primeiro tempo, após cruzamento, Robson dominou e foi puxado por Adriano, pênalti marcado. Sem o principal jogador em campo, coube ao zagueiro Sabino assumiu a responsabilidade. O camisa 35, teve tranquilidade e deslocou o goleiro Santos para abrir o placar.

O zagueiro que fez o gol, começou a jogada que poderia ter resultado no segundo gol. O defensor fez o desarme e tocou para Robson, o camisa 30 avançou desde o meio campo, passou pelos zagueiros e finalizou de esquerda, pra fora. A resposta athleticana saiu dos pés de Léo Cittadini, o camisa 18 arriscou de fora da área, Muralha pegou em dois tempos. Pressionando, o Furacão foi trabalhando a bola de pé em pé, até conseguir abrir espaço na defesa do  Coritiba.

O Athletico ficou por mais de 30 segundos, circulando a bola, até que Pedrinho fez o passe para Wellington, que sozinho, mandou por cima do gol.

E o filme da partida de ida se repetiu. Aos 46 minutos do segundo tempo, a zaga do Coritiba afastou mal, a sobra caiu nos pés de Khellven que arriscou de longe e fez um belo gol, que já garantiria o título.

Mas ainda deu tempo para o Furacão virar, no desespero Alex Muralha tentou a reposição, Nikão se antecipou, dominou e mandou por cobertura, para garantir a vitória e o título.

FICHA TÉCNICA
CORITIBA 1X2 ATHLETICO

Local: Couto Pereira, em Curitiba (PR).
Data: Quarta-feira, 05 de agosto de 2020.
Horário: 20h.
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR).
Assistentes: Bruno Boschilia e Sidmar dos Santos Meurer (PR).

Coritiba: Alex Muralha; Patrick Vieira, Rhodolfo, Sabino e William Matheus; Nathan Silva, Gabriel e Matheus Galdezani; Rafinha (Thiago Lopes), Igor Jesus (Vanderlei) e Robson.
Técnico; Eduardo Barroca

Athletico: Santos, Adriano (Khellven), Thiago Heleno, Lucas Halter e Abner Vinícius; Wellington, Léo Cittadini e Marquinhos Gabriel; Nikão, Carlos Eduardo (Vitinho) e Guilherme Bissoli (Pedrinho).
Técnico: Dorival Júnior

Gols: Sabino aos 50 minutos do 1º tempo; Khellven aos 47 minutos do 2º tempo e Nikão aos 49 minutos do 2º tempo.
Cartões amarelos
Rodolfo Filemon, Robson (CFC); Wellington, Thiago Heleno, Nikão, Léo Cittadini, Marquinhos Gabriel (CAP)
Cartão Vermelho:Dorival Júnior (CAP)

FONTE BANDA B.