Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Com apoio do Sebrae/PR, produtor de maracujá conquista certificação internacional

26 de agosto de 2020 às 17:36
A família de Heron Gasparin produz maracujá há 30 anos e trabalha com a variedade Passiflora edulis (maracujá amarelo), o tipo mais produzido e consumido no Brasil, com uma produção de 500 toneladas ao ano.

Um produtor de maracujá de Antonina, no litoral paranaense, conseguiu a certificação da Global G.A.P com apoio do Sebrae/PR, pelo programa Sebraetec. Com isso, a fruta pode ser vendida no mercado externo com uma chancela que garante a procedência e a qualidade.

A certificação tem validade mundial e é uma forma de reconhecer o produtor que trabalha com a agricultura segura e sustentável.

A família de Heron Gasparin produz maracujá há 30 anos e trabalha com a variedade Passiflora edulis (maracujá amarelo), o tipo mais produzido e consumido no Brasil, com uma produção de 500 toneladas ao ano.

A distribuição ocorre entre as Centrais de Abastecimento (Ceasa) de Curitiba, São Paulo e Porto Alegre, além distribuidores independentes em Veranópolis, no Rio Grande do Sul, e Londrina, no Paraná. A certificação, para ele, garante a expansão de mercado.

“Acreditamos que a atividade rural, em especial a produção de alimentos, só se justifica se apoiada nos pilares da sustentabilidade, responsabilidade socioambiental e segurança alimentar.

Todas as ações realizadas na propriedade respeitam essas premissas, resultando em um produto de alta qualidade e seguro ao consumidor. A certificação Global G.A.P atesta esse trabalho dando tranquilidade à escolha do consumidor”, comenta Heron.

A certificação Global G.A.P é uma das mais completas e aceitas no mundo, pois foi desenvolvida em conjunto com diversos países que comercializam produtos agrícolas.

De acordo com a coordenadora estadual de Agronegócios do Sebrae/PR, Maria Isabel Guimarães, o custo da certificação é alto e há várias exigências nas áreas de qualidade, processo e produção.

Entretanto, é um investimento recomendável para quem deseja abrir mercado no exterior. Pelo Sebraetec, o produtor obteve subsídio para investir no processo de certificação.

O Sebraetec é um programa subsidiado pelo Sebrae que auxilia pequenos negócios a inovar.

“O Global G.A.P é uma norma estabelecida por países da Europa e também nos Estados Unidos, que pode ser aplicada no Brasil, já que o país não possui regulamentação ou legislação para a produção hortifruti. No caso da certificação de produtos nacionais, o Sebrae auxilia o produtor no preparo da propriedade e no processo”, explica a coordenadora.