Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Em Prudentópolis na Linha Cândido de Abreu adolescente é apreendido com dinheiro e objetos furtados .

1 de setembro de 2020 às 08:37
Com o indivíduo foi localizado o dinheiro (R$ 469,00) e celular furtado, já a bolsa com os documentos foi localizada no percurso por onde o autor se evadiu, tendo sido recuperados todos os bens furtados da vitima, questionado o autor, admitiu ter feito vários furtos na região em dias anteriores, e que os objetos furtados troca por drogas para consumo.

A equipe foi acionada pela solicitante, a qual relatou que um indivíduo invadiu sua residência através de uma janela enquanto ela dormia, e furtou um celular, cerca de 450 reais e uma bolsa com documentos, se evadindo quando a solicitante percebeu sua presença, tendo ainda deixado sua blusa sobre o muro durante a fuga, sendo de imediato reconhecida a citada blusa pela equipe policial, como sendo do adolescente que já é conhecido do meio policial, pois foi abordado anteriormente nesta data vestindo a tal blusa, sendo este já conhecido do meio policial pela pratica de crimes semelhantes, sendo ainda o principal suspeito de furtos ocorridos na cidade anteriormente.

Diante disso, as equipes iniciaram buscas nas proximidades, sendo a área por onde o autor fugiu com vasta mata, sendo localizado o autor a aproximadamente 1,5 km do local, tendo esse se evadido ao perceber a aproximação dos policiais, pulando muros de residências e terrenos baldios, novamente foram feitas buscas, sendo então o localizado e contido, sendo necessário o uso de algemas afim de evitar fuga.

Com o indivíduo foi localizado o dinheiro (R$ 469,00) e celular furtado, já a bolsa com os documentos foi localizada no percurso por onde o autor se evadiu, tendo sido recuperados todos os bens furtados da vitima, questionado o autor, admitiu ter feito vários furtos na região em dias anteriores, e que os objetos furtados troca por drogas para consumo.

Diante dos fatos foi conduzido o autor ate a delegacia de policia civil para os procedimentos, onde se fez presente a vitima, a qual reconheceu seus pertences, bem como o autor.

Sendo ainda acionado o conselho tutelar para acompanhar os procedimentos, uma vez que o autor afirmou que seus familiares não o aceitam em casa em virtude dos crimes cometidos por ele, e que não iriam o acompanhar nos procedimentos.