Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Paraná Clube perde em jogo com apagão e pênalti defendido por Alisson

3 de outubro de 2020 às 10:56
A equipe paranaense pode deixar o G4 da série B caso os resultados não favoreçam.

Foto: Célio Messias

O Paraná Clube perdeu por 1 a 0 para o Botafogo-SP, nesta sexta-feira (dia 2) à noite, em Ribeirão Preto (SP), pela 12ª rodada da Série B. Com o resultado, o time paranaense ficou na vice-liderança, com 22 pontos. A equipe paulista está na 13ª colocação, com 14 pontos.

FASES
O Botafogo vinha de quatro derrotas seguidas na Série B até a última quinta-feira, quando venceu o lanterna Oeste. Agora, soma duas vitórias consecutivas. Já o Paraná completa três partidas seguidas sem vencer.

RETROSPECTO
O Paraná só perdeu uma vez para o Botafogo-SP em toda história. Foi em 1999, pela primeira divisão. Nos outros seis confrontos, foram cinco vitórias do time paranaense e um empate.

ESCALAÇÃO
Os zagueiros Fabrício e Salazar, lesionados, eram os desfalques. Bruno Xavier e Vitinho não viajaram para o Interior de São Paulo e ficaram em trabalho físico específico. Biteco também ficou em Curitiba. O esquema tático foi o 4-2-3-1 de sempre, com Andrey (esquerda), Bressan (centro) e Gabriel Pires (direita) na linha de três do setor ofensivo.

PRIMEIRO TEMPO
O jogo começou com gol. Já aos 2 minutos, o lateral-esquerdo Gilson (34 anos, ex-Paraná) cobrou escanteio. Wellington Tanque desviou na 1ª trave e Rafinha, ex-Athletico, completou na 2ª trave: Botafogo 1×0. O Paraná conseguiu colocar a bola no chão e trocar passes no meio-campo. Terminou o primeiro tempo com 69% de posse de bola 89% de precisão nos passes (o Botafogo só acertou 66%). No entanto, o time paranaense foi pouco criativo no terço final e só criou duas boas jogadas ofensivas – uma jogada individual de Jean Victor e um chute de Bruno Gomes.

A equipe paulista apostou no jogo vertical e na velocidade da dupla Ronald e Rafinha. E incomodou em mais três momentos. Chegou a ter um pênalti aos 32, após cobrança de escanteio e bola no braço de Jhony Douglas. Matheus Anjos (ex-Paraná e Athletico) cobrou no meio do gol e Alisson salvou com os pés, aos 32 minutos.

SEGUNDO TEMPO
Na volta do intervalo, a partida recomeçou com o mesmo cenário. Aos 3, o Botafogo teve uma boa chance em jogada de Ronald e finalização de Wellington — Paulo Henrique salvou em cima da linha. Em seguida, aos 18, Paulo Henrique cruzou e Andrey encobriu o goleiro, com toque de cabeça, mas Jordan salvou em cima da linha.

APAGÃO
Aos 23 do 2º tempo, os refletores do estádio apagaram. Foram 20 minutos sem iluminação no estádio, com a partida paralisada.

PRESSÃO NO FIM
Aos 32, Allan Aal tirou o volante Jhony Douglas e colocou o centroavante Léo Castro. Aos 39, entraram Michel e Marcelo. Aos 45, Karl entrou no lugar de Meritão. O Paraná partiu para a pressão total nos últimos dez minutos e só criou um momento de perigo, em cruzamento de Léo Castro para cabeceio para fora de Bruno Gomes.

ESTATÍSTICAS
No total dos 90 minutos, o Paraná teve 10 finalizações (4 certas), 71% de posse de bola e 86% de eficiência nos passes. Já o Botafogo somou 12 finalizações (5 certas), 29% de posse de bola e 63% de eficiência nos passes. Os dados são do site Sofascore.

BOTAFOGO-SP 1×0 PARANÁ
Botafogo-SP: Darley; Valdemir, Robson, Jordan e Gilson; Victor Bolt e Naldo (Ferreira); Ronald (Matheus Alessandro), Matheus Anjos (Luqueta) e Rafinha (Bady); Wellington Tanque. Técnico: Claudinei Oliveira
Paraná: Alisson; Paulo Henrique, Roberto, Hurtado e Jean Victor; Jhony Douglas (Léo Castro) e Higor Meritão (Karl); Gabriel Pires (Michel), Renan Bressan e Andrey (Marcelo); Bruno Gomes. Técnico: Allan Aal
Gol: Rafinha (2-1º)
Expulsão: Valdemir (44-2º)
Cartões amarelos: Gilson, Matheus Anjos, Luqueta, Wellington Tanque (B). Paulo Henrique, Jhony Douglas, Allan Aal, Alisson (P).
Árbitro: Wanderson Alves de Sousa (MG)
Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
1 – Contra-ataque. Matheus Anjos lança. Rafinha recebe na área e chuta de voleio. Alisson espalma.
2 – Gol do Botafogo. Gilson cobra escanteio. Wellington Tanque desvia de cabeça na 1ª trave. A bola chega na 2ª trave para Rafinha, que completa de cabeça.
11 – Jean Victor invade a área, passa pelo zagueiro e chuta perto, ao lado.
13 – Gabriel Pires invade a área e rola para trás. Bruno Gomes chuta no cantinho. O goleiro espalma.
19 – Rafinha chuta de fora da área. A bola desvia em Hurtado e quase sobra para Wellington finalizar.
32 – Matheus Anjos cobra escanteio. A bola bate no braço de Jhony Douglas, na área. Pênalti. Matheus Anjos cobra rasteiro no centro. Alisson cai para o lado, mas defende com os pés.
35 – Renan Bressan chuta de fora da área. O goleiro segura no centro.

Segundo tempo
3 – Matheus Anjos lança na ponta. Ronald dribla Roberto, invade a área e rola para Wellington, livre. Ele chuta no canto e Paulo Henrique salva em cima da linha.
12 – Jean cobra escanteio. Meritão tenta o cabeceio. A zaga bloqueia. Ele aproveita a sobra e tenta o chute. O goleiro segura.
18 – Paulo Henrique cruza. Andrey cabeceia. A bola encobre o goleiro e só não entra porque Jordan salva em cima da linha.
33 – Luketa chuta do bico da área. Alisson espalma.
46 – Léo Castro recebe na área e cruza. Bruno Gomes cabeceia para fora.

Fonte: Bem Paraná